Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Quase tonta, nas pontas dos pés. Feito uma aparição. Irracional inteligência. Cavei um buraco para encontrar estrelas. Caminhei por instinto. Senti o cheiro da luz pela terra arada.
Cavei avidamente como se morresse de sede na penumbra que teu corpo escondia...
Loucamente a chuva banhava tuas vestes. Comparava a tua negritude com o crepúsculo de cor estridente.
A estrela estava perto. Bem perto. Estava quase conseguindo atingir o lumiar.
Foi lento e esvaziou até o último grau.
Bendito grau. Agonizou e reacendeu a chama para uma nova busca estrelar.

Verônica Aroucha
Verônica Aroucha
Enviado por Verônica Aroucha em 02/04/2006
Código do texto: T132373

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Verônica Aroucha
Recife - Pernambuco - Brasil
122 textos (7752 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 01:24)
Verônica Aroucha