Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O que é ser feliz?

Angélica T. Almstadter
 
Quisera poder não perder o fio da meada, deixar a emoção correr pelas linhas sem parar, todos os dias...mas nem sempre é assim que é...
Há dias em que apesar da emoção borbulhar dentro da gente, as mãos não obedecem...travamos...e ficamos só no campo da imaginação onde os sentimentos gritam, fazem alvoroço, passeiam pela pele...mas não querem se espalhar pelas linhas...
Um imenso desejo de beber essa sensação seca a boca, aperta o peito, mas se esconde atrás das palavras que gaguejam e não se completam...um olhar, um gesto, um afago...só isso nos apresenta ao mundo, que parece não prestar muita atenção à coisas que não são palpáveis...por que só se nota o que sobressai em grande estilo, não nos tímidos gestos...no meigo olhar que aponta amores da alma...
Bem mais visível aos olhos que a beleza estética das palavras a plasticidade do rosto e as curvas desejadas de um corpo, são as delicadezas que se somam em gentis afagos, em presenças importantes e palavras de conforto...que jamais vão ser substituídas pela superficialidade de grande eloqüência...ou pela estusiasmada presença sem sentimento...
Não se mede distância nos sentimentos e nem sentimentos à distância, nem é mensurável pequenos gestos, menos ainda grandes afetos, só se sabe existir e só lhes reconhece essa supremacia...quem os sente...Não há fórmulas de se fazer amar e menos ainda de  aprender a amar, mas é preciso estar pronto para se entregar e estar disposto a aprender a cada minuto...é preciso aprender a ouvir as pessoas e seus corações...não sem antes dar chance a si próprio de se ouvir e se sentir...
A felicidade não é um presente e ninguém pode se dizer feliz o tempo todo, a felicidade é feita de pequenos momentos e para se ter estes momentos é preciso desembaciar o olhar, abandonar de vez em quando as defesas...e em grande parte do tempo correr até ela...ela é quem espera ser alcançada e conquistada...
Ninguém sabe o tamanho real da felicidade até o momento em que ela vai embora...então viva cada minuto como se fosse o último e ame cada pessoa como se fosse a única, por que assim é e que deve ser, nenhuma pessoa é mais importante do que a que amamos ou que a nos ama, e só por isso é especial e merece esse momento integralmente.
Angélica Teresa Almstadter
Enviado por Angélica Teresa Almstadter em 27/04/2005
Código do texto: T13288

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Angélica Teresa Almstadter
Campinas - São Paulo - Brasil, 62 anos
1054 textos (55626 leituras)
25 áudios (3274 audições)
1 e-livros (247 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 18:20)
Angélica Teresa Almstadter