Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Surto...[AlexMarq]

Surto...
[ Alex Marq ]

"Surto, vôo alto, desejo intenso, ambição, cobiça; arranco, arrancada, impulso... Surtir, ter uma conseqüência, alcançar(efeito)... (Dic. Aurélio)".

Estranho que não encontrei no Aurélio, nem na enciclopédia Larousse, o verbo "surtar" comumente falado nos dias de hoje. Então: O que seria surtar? Uma afirmação feita normalmente por psicólogos e profissionais do comportamento humano... Surto psicótico é quando alguém "pira" num rompante de desequilíbrio (ou lucidez, ai vai de ponto de vista), e toma atitudes incomuns; muitas vezes insanas... É como normalmente acontece de um sujeito certinho e pacato que endoida num dia e mata a família inteira friamente...

Parto do principio de que toda atitude é derivada de uma motivação (por mais absurda que essa motivação seja)... Há algo muito ruim, que fica preso e sufocado por muito tempo dentro dessas pessoas, sentimentos e energias, que num certo dia "aparecem"; ou seja, surtem... Causando certas atitudes com o objetivo íntimo de quebrar as limitações de seu ego...

Felizmente, nem todo "surto" gera conseqüências tão graves. Mas vemos no dia a dia, em escala menor; que acumulamos muitos maus sentimentos, engolimos muitos sapos daqueles a que estamos subordinados, nos calamos excessivamente... Para num certo momento, acabarmos descarregando toda essa carga acumulada, em situações mais corriqueiras, naqueles que estão por nós subordinados.

Sentimento é energia, e todos nós temos... Maus sentimentos então? O mais comum dentro de cada um...

Cada conflito cria grandes choques energéticos dentro de nós... Que vão se acumulando dia a dia... É impossível mensurar os níveis toleráveis que nosso corpo é capaz de suportar dessas cargas...

Sentimentos sejam bons ou ruins, devem ser liberados, extravasados, distribuídos da melhor forma àqueles a nossa volta... E os nossos maus sentimentos? Aqueles que nos machucam por dentro e alimentam o nosso sofrimento?

A maioria, por convicções morais e religiosas, acaba por engolir, ou seja, acumular essas energias dentro de si... O que é louvável e dentro de uma lógica plausível...

Não há sentido transferir a nossa dor as pessoas à nossa volta... Embora muitos costumam agir dessa forma... Mas, e sempre na vida temos algum "mas" para complicar tudo: Mas... E essas energias acumuladas dentro de nós?

A natureza é sábia; obedece ao seu eterno movimento de evolução e busca sempre o equilíbrio com o Todo. Tudo o que contraria as leis da natureza nos trás danosas conseqüências...

Os sentimentos acumulados dentro de nós são expurgados de alguma forma... Isso explica porque choramos quando acometido de forte emoção... Os meninos são educados que homem não chora; e quando crescidos, adquirem uma propensão 70% maior de sofrer um enfarto do que as mulheres...

Há uma lei simples e básica no que se refere aos nossos sentimentos... É impossível sentirmos emoções antagônicas ao mesmo tempo... É impossível sentir raiva e alegria ao mesmo tempo... Impossível, agredir sentindo amor... Temos, de nossas vidas, de acordo com o que fazemos em nossa busca pessoal... A evolução é certa; mas, os caminhos e a consciência, são de cada um...

Surtar pode se entendido, como fazer surgir essa tamanha quantidade de maus sentimentos que acumulamos em nós mesmos... Ele pode ser como uma atitude intempestiva; derivada de uma "gota d'água", que tenha desencadeado, na descarga desses sentimentos, em forma de atos e palavras...

Surtar pode ser o surgimento de uma grave doença, derivada do excesso de cargas emocionais acumuladas e não dispersadas devidamente... Assim como água podre...

Sentimento é que nem água, deve fluir... Nossos maus sentimentos podem ser revertidos em "atitudes" que favoreçam coisas positivas, que nos levem a algum lugar, que some e acrescente em nosso ser... Sentimento é energia; boa ou ruim, depende como ela é direcionada...

A dor só pode ser curada com muito carinho... A tristeza só desaparece quando sorrimos... Prender as emoções é deixar de viver... Ter medo de demonstrar o que tem de bom, para manter preconceitos, de nada nos serve...

As coisas mais importantes dessa vida são, o que sentimos e o que sabemos, tudo o mais não nos pertence... E devemos dar liberdade para termos liberdade... Só colhemos o que plantamos... Só realizamos o que acreditamos... E só ganhamos pelo que merecemos...

(Alex Marq, 25 de abril de 2005).
Alex Marq
Enviado por Alex Marq em 27/04/2005
Código do texto: T13509

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Alex Marq
São Paulo - São Paulo - Brasil, 43 anos
79 textos (78241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 07:09)
Alex Marq