Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Estilo do poeta

Estilo do poeta

Nada existe que possa alterar meu estilo, estilo de poeta, estilo de Ser! Tal qual a natureza se reveza em estações, o interior do ser humano transforma-se em ciclos próprios e requintados.
Eis que o poeta é porta voz da sutileza da alma, mensageiro de emoções tão peculiares e, no entanto, tão universais. Há em cada alma a ambigüidade do singular e do coletivo, compondo o mistério da totalidade que se manifesta no individual...
Assim como o mar e a onda se interpenetram, e o sol e a lua se alternam, assim o estilo do poeta parece transitar em sua existência de tal sorte, que o faz um ser completo em sua incompletude.
Único em toda sua expressão. Sua poesia é mais que um mero texto, ou um condensado de idéias harmoniosas. É, em verdade, a essência da beleza, matéria prima intuitivamente pura que se reveste na materialidade, oportunizando forma ao amor.
Dizer do poeta algo mais é arriscar-se a formatar um andróide cultural que perdido em mundos inexplicáveis, porém não inexistentes, vive perambulando em busca de expressão. E ai dele se não permite que se externe a emoção! Há de inquietar-se inutilmente, negando aflitivamente a legitimidade da ilusão.
Assumo a condição de poeta cujo estilo é a própria liberdade, pulsando como louca no peito, escorrendo alucinada pelas idéias que jorram em meu coração.
Poeta é pura sensibilidade que atravessa a eternidade, movido pela força da paixão.



Priscila de Loureiro Coelho
Consultora de Desenvolvimento de Pessoas

Priscila de Loureiro Coelho
Enviado por Priscila de Loureiro Coelho em 10/01/2005
Código do texto: T1398
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Priscila de Loureiro Coelho
Jacareí - São Paulo - Brasil, 65 anos
1286 textos (215169 leituras)
1 e-livros (148 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 05:13)
Priscila de Loureiro Coelho