Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Tantos escritos esperando...

Às vezes, me pego pensando, quanta coisa poderia estar escrevendo, em vez
de ficar na paciência. É a mesma coisa daquilo que quero fazer, com tudo que venho fazendo. Pouco se concilia. Passam-se semanas e mais semanas, e fico aqui defronte a um papel em branco, soltando bolas e mais bolas de fumaça, e nada sai cabeça. Velhas estórias sendo contadas e recontadas, passando pelos olhos em multifacetadas cores, num turbilhão de idéias. Idéias... Uma semana, há mais do tempo que imaginava, seria a medida exata, mais também passou. E ficamos com a dissonância do desacordo pelo que não podemos fazer. Tantos escritos esperando uma chance de ganhar vida, sobrevida mesmo, deixados de lado. Estamos procurando tempo para ter tempo, sem tempo de saber o que precisamos de imediato. Eu e todo mundo. E mesmo assim, o que sobra é solidão...

Peixão89
Peixão
Enviado por Peixão em 02/05/2005
Código do texto: T14227
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120250 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 12:14)
Peixão