Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

...mais temos receio,...

Talvez aquilo que mais temos receio, tantos fantamas rondando ao largo, sejam apenas o próprio medo de ser feliz. Talvez. Talvez, olhando para o aqui e agora, prescrutando aquilo que pode vir à frente, tenhamos medo de enfrentar o futuro, sem saber se ele será bom ou não. Não estamos aqui para magoar ninguém, e nem queremos ser magoados. Mas não podemos ter medo a vida toda de nossos medos. Não é subjulgá-los, relegá-los à um segundo ou terceiro plano. Mas saber encarar um dia após o outro, como encaramos as dificuldades que regem o cotidiano de qualquer um. Se quero o meu próprio bem, porque iria provocar o mal a alguém... mas também não vou ficar passando pela vida e fechando os olhos para aquilo que me agrada.

Peixão89
Peixão
Enviado por Peixão em 02/05/2005
Código do texto: T14357
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120255 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 20:29)
Peixão