Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ACADEMIA DO AMOR

Do ponto de vista da Química
 
As cargas opostas que fazem os apaixonados sentirem algo muito diferente de tudo que já haviam experimentado, é a expressão do ápice de um primeiro encontro.
Estavam perdidos naqueles olhares: e a mistura de diferentes elementos manipulava seus pensamentos. Surgiu logicamente um beijo.
Nascia ali uma nova substância, algo que realmente poderiam cuidar e assistir sua expansão dentro deles mesmos.
Não mediram as porções, mas as combinações foram perfeitas.
Toda a tabela periódica sentiu-se envergonhada por tamanha importância desse novo elemento chamado PAIXÃO.

 
Do ponto de vista da Física
 
Não poderiam jamais ocupar um mesmo lugar no espaço, mas perceberam o quanto eram impulsionados
a mergulhar nessas ondas de felicidade e, assim, fazia-se o desafio de se tornarem um único ser.
Nem mesmo o vácuo seria capaz de separá-los das ondas desse amor incondicional.
Somente a ação por uma reação era a resposta mais conveniente que poderia ser encontrada para explicar o calor de tal relação.
A cada gesto, olhar ou palavra do amado, algo dentro dele espelhava toda essa emoção.
O resultado só o fez acreditar que a cada instante poderia ser correspondido por todos os dias de sua existência.
E por isso, ficou imóvel, como matéria em estado de inércia.
 
Do ponto de vista da Biologia
 
O pedaço da amada que continha todas as suas informações genéticas era um fio de cabelo, que por ele, era carregado com todo carinho. E toda vez que a saudade lhe apertava, o amado o observava com cuidado. As células que formavam sua pele, as emoções que aqueciam seu cérebro e quando seu coração pulsava mais rápido,
era simplesmente por tocá-la, pensar nela ou imaginar seu rosto.
 
Do ponto de vista da História

Seus dias pareciam nunca terminar, suas aventuras estavam eternizadas em horas de muitas emoções. O passado foi selado por uma felicidade inexplicável. Tudo veio à tona, num banco de praça.
O olhar tímido e o suor das mãos foi o marco do momento exato dessa história de século 21, onde nenhum outro amor poderia ser mencionado de uma maneira tão marcante. A linha do tempo dos dois, onde tudo passou tudo passou a existir, fora testemunha fiel a este sentimento.
 

Do ponto de vista da Matemática
 
A equação da reta que exigia uma solução, não se incomodava com o limite da derivada ainda não resolvido.
A soma de todos os seus beijos jamais poderia suprir a necessidade de continuar se beijando para sempre.
Apenas foram interrompidos. Este tempo cedido somente os proporcionou para uma cota infinita,
que nem mesmo, os gráficos de infinito + 1, poderiam saciá-los.

 
Do ponto de vista da Literatura
 
Caminhando acabou tropeçando numa pedra
Levantou-se e viu que ralou o joelho no chão,
Não teve idéia do tamanho da queda,
Mas estava disposto a obter o teu perdão.
Mesmo sem saber sempre te procurou
Não teve medo do que poderia assistir,
Seu amor se revelou, mas ainda não o demonstrou;
Dai-o a oportunidade de se redimir.
 

Do ponto de vista da Psicologia
 
O ato falho que invadiu teu coração, homem que não assimila a dor da perda,
não se compara a mulher, que por si já se sente faltosa. E muito do que por uma simples questão de tempo, nossos corações serão cicatrizados por vários ângulos, e mesmo assim, não nos arrependemos por contrair várias experiências por amor.
Precisamos aprender mesmo é a ouvir mais e procurar falar menos.
Não vale a pena se fechar dentro do nosso mundo e jogar fora a chave da porta do nosso coração.
 
Do ponto de vista da Tecnologia
 
Entre bytes de mensagens instantâneas, por meio de programas inacabados nos entregamos aos compiladores,
que estão dotados de telas e mais telas de erros. Repetimos por horas as mesmas ações, os mesmo comandos
e esquecemos que o problema emocional encontra-se entre a cadeira e o monitor.


Após a leitura, favor deixar críticas ou sugestões.
Ednardo Max
Enviado por Ednardo Max em 21/05/2006
Reeditado em 14/04/2011
Código do texto: T160303

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ednardo Max
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
30 textos (2789 leituras)
1 e-livros (89 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 18:24)
Ednardo Max