Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O tempo apaga o próprio tempo

É interessante observar as nossas mudanças.
Estamos em um ciclo constante.
De repente, você é mais tolerante com algumas coisas
Perde a paciência mais fácil, ou não
Já não senti mais o mesmo gosto ao comer algo que na infância era o seu “sonho de consumo”!!!!
Ás vezes você tem vontade de andar pelo horizonte,
E você percebe os detalhes como se nunca tivesse visto aquilo antes...
Você percebe que você falhou por muito pouco...
Ou então percebe que poderia ter sido melhor com um pouco mais de atenção...
...Atenção essa que, muitas vezes você também pede...
Quantas vezes ficamos tristes por tão pouco...
Apenas por não sabermos do real valor que carregamos dentro do nosso ser...
Você chora por achar que não é amado...
E sofre por não querer enxergar...
Talvez por não entender,
Que tudo vai muito além do que pode ser observado....
As lágrimas apenas tentam te fazer sentir tudo o que você não pode ser, fazer, conseguir.
Não adianta apenas chorar, é preciso olhar ao redor e realmente enxergar, perceber como as coisas realmente são...
Nada como o tempo para aliviar o pesar da alma...
Com o tempo as coisas podem ganhar, ou perder seu valor...
Qual realmente o valor daquilo que nos faz sofrer?
Vale a pena?
Aline Medeiros
Enviado por Aline Medeiros em 21/06/2006
Código do texto: T179872

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Aline Medeiros
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 30 anos
68 textos (4398 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 19:26)
Aline Medeiros