Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ESPELHO



Pensei que fosse fácil te descrever,
Falar de você,
Ledo engano.
As palavras me traíram,
Fugiram,
Me mostraram que não é tão simples assim,
Definir você em poucas palavras.
Você é extremamente diferente,
Dos ensaios, dos poemas,
Deste meu mundo subjetivo,
Que às vezes se confunde com o real.
Agora me vejo impotente,
Sem saber o que dizer, fazer,
Face a face com este mundo novo que surge.
Na minha frente,
Olho para mim e a vejo,
Mas não a descrevo,
Não consigo.
Você é o oposto,
Você é o mundo real que toma dimensões,
E se confunde com o subjetivo,
Afinal você não é fruto da minha imaginação,
E sim de um mundo real que toma formas neste meu mundo de versos,
Que ganha dimensões,
Que toma formas,
E ganha espaço,
Nesse meu mundo tão insano,
Onde você surge para dar o equilíbrio,
Que ele precisava.


Luciano Teixeira
Enviado por Luciano Teixeira em 22/06/2006
Código do texto: T180598
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Luciano Teixeira
Fortaleza - Ceará - Brasil, 47 anos
106 textos (7205 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 20:40)
Luciano Teixeira