Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

REFÉM

Precisei te ver,
Para acreditar que você era real,
Que não era mais um fruto desta tão aguçada mente,
Que navega entre o real e o imaginário.
Precisei me questionar,
Porque jamais havia imaginado alguém tão admirável,
Mesmo neste meu mundo tão subjetivo.
Pela primeira vez,
Enamorei-me com algo que li,
E com que senti mesmo não estando perto,
E quando me distanciei um pouco,
Senti uma enorme angustia,
Um sentimento de perda.
Você me fez e proporcionou isto.
Não sei a quem ser grato,
Se a você, por existir e fazer parte deste momento,
Ou ao criador por me proporcionar este encontro.
Nem sei mesmo  o que escrever,
Pois pela primeira vez,
As palavras me fogem,
E o que é tão obvio se torna indecifrável,
Não há como descrevê-la,
Palavras são apenas palavras,
Você é tudo,
As palavras se tornam sem sentido,
Quando  olho para você e descubro um mundo novo,
Que desponta somente com seu sorriso,
E esta alegria contagiante de sua presença,
Me torno refém,
Dependente,
De você.

Luciano Teixeira
Enviado por Luciano Teixeira em 29/06/2006
Código do texto: T184193
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Luciano Teixeira
Fortaleza - Ceará - Brasil, 47 anos
106 textos (7208 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 06:10)
Luciano Teixeira