Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Da poesia: a gosto de cada um!

Em resposta a indicação de leitura do amigo Ray Silveira sobre um artigo...

22.07.2006

Meu bom amigo,
li o texto em questão com muita atenção, do que ele fala algumas coisas concordo, outras nem tanto...
mas tudo passa pela questão da opinião... creio que cada um deve ter e respeitá-la, faz parte do contexto...
bem sabemos que muita coisa é feita, principalmente nesse vasto universo da internet, onde criações de grande valor são apresentadas diariamente, bem como, outras de qualidade bem mais simples...
não sou nenhum expert no assunto, nem me proponho a ser, sou apenas um escriba que em certa parte, também vou deixando minhas reminiscências nos textinhos que crio, e se estes tem lá algum valor literário, mesmo que seja uns poucos, tudo bem...
o meu maior prazer é escrever, e creio que o amigo também partilha do mesmo prazer, pelos, ai sim, bons textos que sempre produz...
longe de entrar em qualquer polêmica, longe mesmo, apenas tento entender, da melhor forma, tudo o que vai por este mundo...
se o que tentamos fazer é poesia ou não, estão ai os críticos para opinar, deixando de lado bairrismos & outros quetais...
alguém já deve ter falado que há excesso de textos circulando por ai, mas não vejo isso como um grande mal, ao contrário, vejo até com bons olhos, pois pelo menos, há um grande número de pessoas escrevendo, mesmo que erros de ortografia absurdos sejam cometidos, mas estão escrevendo...
muito melhor que aqueles que mesmo frequentando as melhores escolas que o dinheiro possa pagar, mal pegam em uma caneta & quando se propõe a "teclar" a linguagem é mais absurda ainda...
por isso, meu bom amigo, viva o texto escrito...
certo ou errado, pegamos "causos" de todas as partes do país e nos maravilhamos, e nem ficamos analisando se a ortografia está dentro dos ditames literários...
e mais, se queremos que este nosso país siga sempre adiante, devemos fomentar a escrita, a leitura, o estudo, e não o açodamento deste ou daquele que se diz ou pretende poeta...
 
mais uma vez, grato pela boa dia de leitura...
um grande abraço,
Peixão89
 
ps.: tentei colocar esse comentário, mas ainda não estava cadastrado.
 
 
Veja a POLÊMICA (escandalosa) sobre o Artigo "ODEIO POESIA"
O que é POESIA? O que NÃO É Poesia? Veja neste sensacional ensaio do crítico literário Hildeberto Barbosa Filho, na página principal "ODEIO POESIA". (O oitavo de cima pra baixo).

Mas, por favor, entre por esta porta:



http://www.cronopios.com.br/site/colunistas.asp?id=1497



Concordo plenamente como você. Especialmente no que se refere às críticas ao excesso de textos. Muito melhor excesso que falta. Só se aprende a escrever, escrevendo.
Obrigado pela sua opinião.
Um abraço
Ray
Peixão
Enviado por Peixão em 22/07/2006
Reeditado em 22/07/2006
Código do texto: T199416
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120254 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 11:08)
Peixão