CapaCadastroTextosÁudiosAutoresMuralEscrivaninhaAjuda



Texto

Usando a Natureza com Responsabilidade

     Todos nós contribuímos de diferentes maneiras, involuntariamente ou não, para a degradação do meio ambiente. Mesmo que essa afirmação possa parecer absurda para muitas pessoas, com certeza, ela se trata de uma pura verdade, pois todo ser humano faz uso dos recursos que vêm da natureza por meio da aquisição de bens e serviços diversos, o que invariavelmente causa alterações nos ecossistemas naturais.
     Basta você lembrar que desde o princípio da humanidade o homem recorre à natureza para suprir suas necessidades básicas. Dela, obtemos os elementos necessários para nossa sobrevivência e reprodução sociocultural.
     Dessa forma, no decorrer dos tempos fomos desenvolvendo estratégias diversas para melhor utilizar os recursos naturais. Assim, com a transferência de conhecimentos ao longo das gerações, as técnicas de cultivo, colheita, extração e transformação dos recursos naturais foram aprimoradas extraordinariamente.
     Alguns elementos da natureza, como madeira, fibras vegetais, frutos nativos, peixes e a água são recursos renováveis, o que quer dizer que podem ser repostos continuamente em curto e médio prazo. Entretanto, outros elementos existem em quantidades limitadas e necessitam de um longo tempo (às vezes muitos milênios) para serem formados novamente, como é o caso do petróleo, o gás natural, o carvão mineral, as pedras preciosas e todos os demais minérios.
     Após a revolução industrial, a sociedade capitalista tem usado os recursos naturais de forma intensa, como nunca havia ocorrido antes. Com isso, surgiram inúmeros problemas relacionados ao uso desregrado do ambiente. Até então, não se tinha consciência de que a natureza necessitava de um longo tempo para recompor-se, pois o pensamento geral era de que os recursos disponíveis em nosso planeta eram inesgotáveis.
     Hoje se sabe que os recursos naturais não-renováveis, uma vez exauridos, não se refazem facilmente, o que nos leva a pensar na sua utilização de forma prudente e racional, com emprego de técnicas conservacionistas.
     Sabemos que um dia muitos bens e produtos irão faltar, como por exemplo, aqueles que são fabricados com a utilização de plásticos e resinas que vêm do petróleo. Assim, é preciso pensar antecipadamente numa maneira de substituí-los por outros capazes de desempenhar funções semelhantes. Como os recursos renováveis carecem de longo tempo para recomposição, a humanidade não disporá de estoques por muito tempo se o consumo não for controlado e a população humana continuar crescendo descontroladamente.
     Usar racionalmente os recursos ambientais implica na ampliação da capacidade produtiva do ambiente em nosso favor, consorciando com isso a proteção da natureza.
     O interesse por essas questões vem crescendo, a cada dia, em todas as partes do mundo. Governos, partidos políticos, atletas, artistas, enfim, os mais variados representantes da sociedade humana estão compreendendo que é preciso um esforço conjunto para preservar o ambiente na Terra e garantir a melhoria da qualidade de vida da população.
     
xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Publicado no Jornal Mesa de Bar News, edição n. 363, p. 15, de 21/05/2010. Gurupi – Estado do Tocantins.


Giovanni Salera Júnior
E-mail: salerajunior@yahoo.com.br

Curriculum Vitae: http://lattes.cnpq.br/9410800331827187

Maiores informações em: http://recantodasletras.com.br/autores/salerajunior
Giovanni Salera Júnior
Enviado por Giovanni Salera Júnior em 08/03/2010
Reeditado em 05/12/2011
Código do texto: T2127501
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Giovanni Salera Júnior
Brasília - Distrito Federal - Brasil
933 textos (1790918 leituras)
106 e-livros (23354 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/14 12:20)