Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Saga por trás do nome ...(outra forma de me ver)

  Nos mais que remotos tempos, tempos e eras em que dinastias foram esquecidas,os bárbaros nomes foram deturpados pelos falsos missionários da luz, o culto ao deus moribundo enlouqueceu o mundo.Mais aos ainda brilha Sothis, um circulo siridiaco em que atinge o meridional,então sua estrela revela como a chave mística a precessão dos equinócios.
   Deleito aos conhecimentos da nova era que sempre renova-se, então lembro de Horus,Dyaus,Zeus e todos os irmãos de antigos Panteões,triunfo em meu trono assim como o nascente Sol dourado e a vermelho sol que esconde ao crepúsculo, guia-me sobre os caminhos de Seth, os estimados e esquecidos pelas eras,onde a escuridão percorre o medo,a dor e a esperança mas sigo o encanto dos vales submersos que levam a luz dos templos que a minha vontade adentre a escuridão sobre forma oculta e saia em vitória.
   Cavalgo sobre esta face em meio a decadência humana,na tentativa de ser homem fracasso,mas ao tentar ser divino sou um Deus,cada passo um maior desafio,ritos e conquistas,cada ato um sacramento,então por que ?
    A coroa! Transmutei guerras, a beleza, o esplendor,a vida  e mais tudo isso,ainda não é nada,tudo por você.
    Abandonei a tudo, não existe razão ou dor, onde eu cheguei, teu sangue me pertence,derramarei todo o meu sangue em sua taça para não ser absoluto de derrotado pelo ego,o Nada que tudo contém, a pura crianças reina em mim,a crianças mais forte que todos os reis da terra, a crianças da lei.
     Aqui é o meu reino, sou um eremita em meio ao caos,buscando o vel e o abismo,o amor e a estrela,tudo eu posso,mas nada é de minha vontade.
     O universo tão imenso é minha alma, proclamando aqui a verdade e justiça aos novos tempos que virão, se é que eles virão,em meu coração flamejam sonhos ao mundo,mistérios ao oculto e vontade a humanidade.
    O sol negro a brilhar aos secretos jardins...
    Lutas, glórias & Vencer
    Oh! Estrela matutina, Vênus do amanhã perdido, não temerei a irá dos céus, eu sigo em marcha comigo e meus princípios.
   Um nobre soldado escolhe com honra que caminho deve seguir, Netzach a vitória, a chama do fogo, representação máxima do Sol, segue Hephaestos,a vitória e o fogo eterno em uma historia que a cada dia se escreve mais,um juramento de “amor sob vontade”
Hephaestos VII
Enviado por Hephaestos VII em 05/09/2006
Código do texto: T233406
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Hephaestos VII
Floresta do Piauí - Piauí - Brasil, 29 anos
12 textos (742 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 16:15)
Hephaestos VII