Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ÂNSIA

Divina, simplesmente divina,
É a única palavra  que posso dizer,
Pensei em escrever um poema, um soneto,
Nestes mal traçados versos,
Tentando de alguma forma te descrever.

Mas como todo mortal,
As palavras me fogem,
E me calo,
Tentando descrever algo diferente,
Subjetivo às vezes.
Mas real.

É isto,
Um misto de alegria,
Agonia,
Pois é bom,
Muito bom ter você por perto,
Mas quando estas longe,
Sinto-me deveras mal.

Ah! Esta inquietação que me devora,
Nada mais é,
Que a agonizante ânsia,
Que os dias passem,
E eu possa felizmente,
Numa trêmula e feliz voz te dizer
Vem vambora.
Luciano Teixeira
Enviado por Luciano Teixeira em 13/09/2006
Código do texto: T239298
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Luciano Teixeira
Fortaleza - Ceará - Brasil, 47 anos
106 textos (7208 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 04:08)
Luciano Teixeira