Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Bom Dia Poesia

Para minh'alma inquieta que verte pelos poros
e sangra pelos meus dedos, transbordando em
versos e palavras a poesia que mora
dentro de mim....
Bom Dia para a poesia, senhora dos meus dias,
dona dos meus sonhos...matriz dos meus desejos...
Hei de atravessar minha existência abrigada
nos seus braços doces...prenhe de paixão,
como só é possível aos poetas...
Hei de morrer encantada com a sua ternura,
acompanhada da sua cadência...revestida
da sua essência...suspirando nas horas
de silêncio...arfando sem fôlego pela sua
invasão dentro do meu sentir e pensar...
totalmente entregue às delícias do seu
comando...da sua submissão...
Bom Dia à você, dona dos meus melhores
momentos, companheira amorosa das minhas
alegrias, conforto das horas vazias...
Bom Dia à parte mais  nobre de mim
que habita a profundidade do meu ser
que nasce e morre todos os dias em
muitos sentimentos...que me anseia e me
rejeita...que me habita e me sujeita...
mas me afaga e me contém...
Bom Dia desejo de viver...que escorre em
palavras...se eterniza nas linhas...se deixa
transparecer pelas entrelinhas...
Bom Dia real condição de me prender
à essa tola existência...para contar
o amor e provar o sabor de toda a
aventura...ainda que seja pelas linhas...
Bom Dia à você que me faz amante
desejosa, mulher carinhosa...e
me faz poeta por excesso de amor...
Angélica Teresa Almstadter
Enviado por Angélica Teresa Almstadter em 12/06/2005
Código do texto: T24090

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Angélica Teresa Almstadter
Campinas - São Paulo - Brasil, 62 anos
1054 textos (55639 leituras)
25 áudios (3274 audições)
1 e-livros (247 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 07:57)
Angélica Teresa Almstadter