Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ESTRO 26 - LIQUIDEZ

Depois da tempestade nunca mais se viram. Será que o desejo de reencontro era recíproco? Os planos da viagem se desfizeram. Não houve nenhuma possibilidade de o trabalho, enganosa ocupação!, lhes permitir se verem. Não seria agora, nem saberiam quando. As visitas de negócios e a possibilidade de novidade no ar minguavam-se. Talvez devesse isto ao fato da energia que rondava por ali. Era sabido que o cinza predominava. E do lado de fora da janela, ironicamente, era parecido. Desconheciam a realidade de cada um e aqueles sorrisos de outrora passaram a ser lembrados agora como sorrisos amarelos, dos quais o significado não passava de passa-tempo juvenil. Cada qual com suas carências - superficiais supridas, profundas ignoradas - seguiriam mundo afora, sabe-se lá até quando, nessa liquidez hedonista...
ana K
Enviado por ana K em 26/09/2006
Reeditado em 17/01/2007
Código do texto: T250166

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Ana Karina Dutra - www.kaka-anak.blogspot.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
ana K
São Paulo - São Paulo - Brasil
219 textos (15873 leituras)
3 e-livros (265 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 23:05)
ana K