Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
UM CÂNTICO À RAÇA HUMANA

É Interessante ler na Mídia alguém reclamando da mestiçagem das raças .

Não é preciso ser vidente para constatar que o planeta caminha nesse sentido desde os primórdios , estrada esta sem retorno felizmente .

Considerando-se a teoria do cientista Charlles Darwin em que afirma que a natureza desenvolve-se segundo a lei natural do mais seleto e capaz , pode-se antever que a humanidade caminha , apesar de muitas aberrações , para um desenvolvimento global sustentado , se houver tempo cronológico para isso , claro , e esse é o nosso desejo .

Desde o Homo Sapiens " Australophitecus " brotado por desígnio da natureza sábia na região da África Austral , o humano tem colonizado o planeta Terra caminhando do Sul de África até à Europa e Ásia , subindo pelo Estreito de Bering e descendo a América do Norte até chegar à América do Sul e no caminho foi construindo civilizações fantásticas que os humanos atuais destruíram e até continuam a destruir e muitas vezes , até hoje , não as compreendem nem compreenderam no seu "modus vivendi" social , ecológico , econômico e até científico .

Após o século XV a humanidade reencontrou-se consigo mesmo , com sua origem, ao retornar através das estradas oceânicas à África Austral de onde iniciou seu longo e belo caminho de colonização do Planeta Terra .

Seja bem-vindo ao planeta Terra o Humano "Australophitecus" , humano primeiro e negro , forte pois sua cor permitia-lhe proteger-se dos raios de sol abrasadores , sua força física permitia-lhe defender-se das intempéries , sua fome era saciada facilmente pois sua terra natal possuía fartura de alimento e era um paraíso natural de muita beleza e talvez essa beleza o empolgasse tanto que sua prole nascia forte , bela e em número suficiente para se dispor a colonizar o planeta inteiro , sabendo que nisso poderia levar toda a sua vida ou seja sabia que muitas vezes o caminho a desbravar não teria volta .

Concluindo , os primeiros colonizadores globais do Planeta Terra foram e são os humanos negros originários diretos dos primeiros Homo Sapiens .

Antes disso , só os animais supostamente "irracionais" colonizavam o planeta mas apenas nas suas regiões ou as aves que já voavam de um continente para outro sem fronteiras geográficas ou culturais a impedir , mas não de uma forma global planetária como os humanos negros o fizeram e adaptando-se ecologicamente aos novos ambientes .

Pode-se então afirmar que os primeiros nautas ou navegadores ou bandeirantes ou descobridores ou colonizadores ou viajantes ou desbravadores ou poetas ou cientistas ou estudiosos do planeta Terra foram os humanos originários da África Austral e isso parece uma conclusão pacifica abalizada cientificamente assim como a conclusão cientifica de que os humanos brotaram de um outro ser animal pré-humano .

Posto isto , não faz sentido lógico a reclamação ou o descontentamento de alguns sobre a mestiçagem natural das raças humanas .

A Europa nunca teve tanta mestiçagem de raças como hoje em dia , em quase todos os países .

Os países em outros Continentes e em África mestiçaram e continuam a misturar positivamente suas culturas e suas raças e mesmo que pessoas de raças diferentes não procriem , no entanto só o simples fato de nesses lugares viverem e conviverem raças e culturas diferentes , isso já é a construção de uma cultura humana global , originária das diferentes culturas planetárias ,

porém conservando naturalmente suas especificidades regionais culturais e ecológicas , enquadrando-se esse caminhar moreno na Lei natural do desenvolvimento da vida na Terra , em acordo com a teoria de Charles Darwin .

O Brasil já assumiu na sua Constituição que sua raça é morena , dando assim um bom exemplo , mesmo que seja um país de algumas contradições mas todos os países têm contradições .

Há que compreender este fenômeno social humano global .

Até os animais ditos "irracionais" se misturam , tais como a Égua e o Burro de onde nasce o Mulo ou a Mula , animais muito resistentes ao ambiente .

Só Hitler não assumia sua raça , enfim .... complexos raciais .

Saudações de um Marujo .

Ontuê tuenda (*)


(*) Tchau - Na Lingua Nacional "Nhyaneca" do Sul de Angola
Valdemar Ferreira Ribeiro
Enviado por Valdemar Ferreira Ribeiro em 20/06/2005
Reeditado em 05/08/2010
Código do texto: T26210
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Valdemar Ferreira Ribeiro
Angola
127 textos (38332 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 12:14)
Valdemar Ferreira Ribeiro