Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vestibular para Gênios

Vestibular para Gênios.

   Todos nós produzimos idéias diariamente. Alguns externam seus pensamentos sem receio de cair no ridículo provocado por aqueles que sentem inveja por não terem sido os autores das mesmas. Outros guardam seus sonhos e muitas vezes morrem sem revelá-los. Com esta atitude, certamente perdemos uma ampla chance de evoluir.

   Qualquer pessoa que deseja crescer deve estar regularmente apresentando suas idéias, de preferência nos momentos de descontração, quando elas surgem livres e leves, sem ter de enfrentar obstáculos dos pessimistas e preguiçosos. Estas apresentações podem ser consideradas como meros exercícios para passar o tempo e atrair os ociosos mentais.

   Ao se perceber que a idéia teve boa aceitação entre os ouvintes, ela pode ser “vestida” e apresentada numa reunião formal, acompanhada de uma tabela contendo os pontos positivos, os negativos, as opções para contornar os obstáculos, os recursos necessários, as possibilidades de obtê-los e a época adequada para ser testada e implantada.

   O mais importante neste contexto englobando o nascimento da idéia e seu anúncio a um grupo para debates, é o registro formal. Uma boa documentação, com exemplos, talvez fotos e slides para ilustração e depoimentos, ajudam a compor a salada a ser digerida pelos “examinadores”.

   Uma idéia rejeitada num determinado instante não deve ser logo incinerada preconceituosamente, pois algo apresentado hoje e de difícil implantação em função de vários fatores, pode tornar-se factível dentro de seis meses ou um ano. E alguém até pode questionar porque a mesma não foi conduzida antes!

   A partir de registro curto e claro (uma pauta), temos meios de alargar a discussão e efetuar análises mais detalhadas que permitam uma planificação abrangente e transforme a “inocente” idéia num projeto consistente e viável, enriquecendo-a com ponderações pertinentes.

   Quando um projeto dá errado após algum tempo de uso, não tendo sido por sabotagem dos invejosos, certamente foi por análise incompleta sobre sua validade, recursos mal especificados, testes não executados, treinamento incompleto dos usuários. Mesmo tendo custado barato e tendo sido desenvolvido com ardor pelo idealizador, cai no descrédito por um dos fatores acima, comprometendo a credibilidade do autor em futuros projetos.

   Portanto, quando tiver uma idéia que lhe pareça vantajosa para sua entidade ou comunidade (e para você), de imediato registre-a em seu micro ou em sua pasta de papel. Faça sua análise inicial individual isolada, sem ansiedade, sem pressa. Observe honestamente a aplicabilidade da mesma dentro do universo a que se destina. Depois a discuta com 3 ou 5 pessoas durante alguns dias, no almoço, no intervalo do futebol ou enquanto a novela não começa.

   Não se frustre com uma rejeição inicial por parte de teimosos ou “concorrentes”. Se tiver convicção de que sua tese está correta, guarde sua idéia sem traumas e rancores. Procure novos elementos que superem os obstáculos apresentados pelos ouvintes. Dê-lhe nova configuração, para apresentá-la com outra fisionomia. Algumas vezes, permita-se esconder o “pulo do gato”, que deverá ser revelado em momento adequado e sem o risco de apropriação indevida.

   A mais importante conclusão de todo este ensaio é a seguinte: jamais perca seu ímpeto em exibir novas propostas, mesmo que já colecione 4 ou 5 projetos “pisoteados” e rotulados de loucuras. Esta perseverança lhe servirá como saudável exercício para manter sua mente sempre lúcida e pronta para criar a qualquer instante. Sua percepção estará sempre aguçada e sua criatividade sempre adubada.

   Com esta atitude você está a um passo do maravilhoso mundo dos Gênios!

Haroldo P. Barboza – Vila isabel / RJ - out/2006
Autor do livro: Brinque e cresça feliz


Haroldo
Enviado por Haroldo em 30/10/2006
Código do texto: T277416
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Haroldo
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 71 anos
678 textos (24814 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 13:01)
Haroldo