Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A minha espera pra jantar

A noite eu chamo o seu nome,
mesmo sem resposta.
Ferida exposta!
O meu coração sangra à espera.

A noite me deito e sonho...
É de manhã, sem ninguém pra contar
quem rouba meu sono;
A dona do rosto que não consigo enxergar.

Cada passo, cada abraço,
podem ser os últimos sem segundas intenções.
Chegar em casa voando nas asas da esperança
de encontrar alguém a minha espera pra jantar.

Seu corpo me chama,
a minh’alma transcende as barreiras do porque
- Corro atrás da sua mente insana?
Há um lugar onde as respostas poderão esclarecer?

Minhas lágrimas, seu jogos,
tentam esconder a razão de tantas perguntas sem respostas.
Seus olhos tentam, mas não me enganam, posso prever.
Sua alma me atrai à você, e em seu coração consigo me ver.


© 2003
Marcelo Maia
Enviado por Marcelo Maia em 18/11/2006
Reeditado em 20/04/2016
Código do texto: T294319
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marcelo Maia
São Bernardo do Campo - São Paulo - Brasil
80 textos (4101 leituras)
1 áudios (59 audições)
1 e-livros (130 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 12:36)
Marcelo Maia