Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AOS CHEFES DO MUNDO!

    O presente ensaio é fruto de muitos anos de observação e talvez eu devesse intitulá-lo "AOS DONOS DO MUNDO".
    Aliás, acredito que não haja nesse mesmo mundo quem não teve a oportunidade de "ensaiar" o seu chefe e quando se trata desse assunto, as observações sempre parte do íntimo mais profundo de cada ser, como se nos tornássemos mestres em psicologia...humana?
    Talvez!
    Há um dito conhecido, não sei bem se um ditado popular, ou algo proferido por alguém de renome na matéria, que nos ensina:
   "QUER CONHECER ALGUÉM? DÊ-LHE O PODER"
   Mas o que mais me intriga é a virtualidade deste "poder"!
   É incrível como pessoas na "funçaõ" de chefes, muitas vezes se apossam de um poder que não lhes pertencem!E pior ainda, um poder que não existe!
   E nomeiam atitudes absurdas, como ordens hierárquicas a bem da organização da qual quase sempre não participam.
   Mas tenho que admitir que o dito acima é uma síntese do funcionamento da psicologia do chefe...(eu ia dizer da psicologia humana...desisti!).
   E vou além:Quer conhecer o perfil de um candidato à chefe? Antes, observe-o como soldado da sua função!
   Geralmente , os chefes são espelhos do seu inconsciente:
   Se são incapazes...cobram eficiência exagerada!
   Se são relapsos...cobram pontualidade extrema!
   Se nunca foram respeitados...desrespeitam.
   Se são enganadores...tornam-se chefes desconfiados!
   Se são incompetentes...cobram o impossível!
   Se são vaidosos...jorram arrogância.
   Se nunca trabalharam...tornam-se algozes!
   Se são inseguros...humilham!
   Se nunca ouviram...não escutam!
   Se nunca escutaram...gritam para se fazer ouvir.

    Gostaria de salientar, que este perfil de comportamneto pode ocorrer com qualquer posto de chefia, independente da formação profissional e da condição intelectual.
    Deduzo que a função de chefe, seja uma grande oportunidade para alguém espelhar sua condição espiritual.
    E nos ensaios que fiz, os diagnósticos  e prognósticos espirituais, não foram dos mais alentadores...
    Mandar é fácil, dispensa grandes especialidades.Saber mandar,ou em última análise LIDERAR, talvez seja das artes, a mais difícil!
    E me respondam? Quem já não obedeceu ordem burra?
    Que tarefa difícil essa!
    O ensaio está lançado.Se houver alguma objeção, que manifestem-se os injustiçados ou calem-se por ora!
    Ou até que se tornem chefes!
    E antes que eu me esqueça...também já fui chefe!
    Tremo só em pensar...como devo ter sido ensaiada!
    Ainda bem que para toda regra  há exceções...e oxalá tenha eu me valido delas...  
MAVI
Enviado por MAVI em 28/11/2006
Reeditado em 08/11/2009
Código do texto: T303492

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
MAVI
São Paulo - São Paulo - Brasil, 56 anos
5335 textos (331959 leituras)
987 áudios (86563 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 00:29)
MAVI