Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Palavras vomitadas

                            Sanguessugas não desgrudam
        Sem noção de quanto bebem
                                       Se algum dia explodissem
                                                    Semelhantes sugam sobra
               Ssssssssssssss me deixem!
                                                       Quero viver, que palhaçada!
  Para que tanto sugam-me?
                                             Esse sangue vale é nada!
Se viverem mais que eu
                                                        Em tuas veias o que corre é meu
                          Que roubem então minha alegria!
      Que levem então minha poesia!
                                                        Mas as mostrem para o mundo
            Um favor lhes deverei
                                                  Facilitaram a entrega
                Do presente que o mandei
Guilherme Lombardi
Enviado por Guilherme Lombardi em 25/07/2005
Reeditado em 10/12/2010
Código do texto: T37659

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Guilherme Lombardi
Curitiba - Paraná - Brasil, 33 anos
152 textos (14480 leituras)
5 áudios (758 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 05:23)
Guilherme Lombardi