Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Imprescindível reforma - Uma questão de grandeza

Não é a toa que tanto desemprego corre solto por esse país.
Sempre vagas são cortadas, baixos salários são pagos, portas se fechando.
E nem poderia ser, uma vez que além dos altos impostos que se pagam, quando pagam, aquilo que é desviado, impostos não pagos - vão para esse tal de "Caixa 2". Parece até nome de música, a Rita Lee tem uma, mas era com Rock Roll.
Há quanto tempo convivemos com essa vergonha? Há tempos, com certeza, e um pouco mais disseminado na época do chumbo, e principalmente, com o desgoverno daquele sujeitinho de cores, que apesar de toda a safadeza e roubalheira até o momento que ficou impedido, está por aí, solto, usando o nosso dinheiro "garfado" pelo seu desgoverno.
O governo anterior também não fica atrás. Talvez tenha feito com melhores recursos, mas a safadeza também foi grande. Tanto que esse sujeito dos empréstimos é o mesmo, aliás, desde aquele desgoverno que foi impedido...
Muitos devem falar que não vamos ficar remexendo lá no passado, mas esse passado também nos condena. É por esse passado, que hoje tantos estão desempregados. É por esse passado que tantos estão marginalizados.
Hoje um sujeito que passa dos 40 anos, fica com o coração na mão, pois quase ninguém contrata mais quem tem acima de 40 anos. É como se o sujeito não tenha mais nada pra acrescentar. Só lhe restam as contas para pagar, e aí o "bicho pega", pois sem emprego, o sujeito vai sobreviver com o que?
Aí voltamos na vergonha. Com tanto dinheiro sendo desviado para as contas de uns poucos privilegiados, evidentemente, que alguém vai ficar sobrando, e isso acaba sobrando para a grande maioria, que mesmo qualificada para o mercado de trabalho, não serve mais.
O negócio é contratar jovens, que mesmo sem experiência, desmiolados, ou mesmo com algum conhecimento, são mais baratos que os veteranos. É o gado de manobra, pois vão perceber logo, que se não seguirem ali o riscado, vão ficar no desvio como os veteranos.
A sua e a minha experiência que se exploda.
Reformas de governo, há anos que ouvimos falar.
Mas o retorno da vergonha na cara, do carácter, do respeito e do cumprimento das leis, isso não vemos não.
Diz a lenda que a lei é somente para os 3 P... o que é uma vergonha...
Acredito que apenas mudar partidos ou de partidos, não seja o caminho. Mas acredito que a mudança de comportamento, exigindo que tudo o que se fez até hoje contra o País, contra o Povo, seja devidamente punido. Não apenas julgados e impedidos de se elegerem, mas que o dinheiro obtido por vias escusas, seja devolvido. Se não tiverem o dinheiro a mão, que todos os bens sejam tomados por conta das safadezas cometidas.
E não basta apenas deixarem alguns anos sem poderem se eleger. Esses bandidos devem ser banidos da vida pública.
Aplicar a lei de forma mais rígida. Mas aplicar a lei. E se ela for branda, reformulá-la para que nunca mais esses bandidos voltem a ter direito a uma eleição.
Acredito também, que boa parte de todas essas safadezas se deva ao Judiciário, uma vez que esses, que deveriam zelar pelo cumprimento da Lei, também deveriam refletir sobre tudo isso que está ocorrendo no País, tirarem um pouco de suas empáfias, e começarem a aplicar a Lei. Mas abrangendo a todos, não apenas os desqualificados e maginalizados, mas também os detentores de poder, principalmente o econômico, que se escondem atrás de hábeis advogados, para fugirem de suas responsabilidades.
O País está cheio de falsos beneméritos que tem um passado tão escuso quanto o desses safados que estão aí povoando as notícias nos últimos dias.
Está na hora desse País realmente passar por uma ampla reforma, mas uma reforma onde se privilegia o carácter, o bom senso, a dignidade, a honestidade.
E isso não são apenas palavras vazias. E que não fiquem como palavras vazias.
De vazio, basta o bolso de quem há tempos está desempregado.
 
Luiz Carlos Lopes
Publicitário com muito orgulho da profissão, mesmo desempregado.
Sobre os artigos: Imprescindível reforma do Aloizio Mercadante e Uma questão de grandeza do Luis Nassif

Peixão
Enviado por Peixão em 15/08/2005
Reeditado em 15/08/2006
Código do texto: T42743
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120251 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 16:59)
Peixão