Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
ENSAIO "" PARA INGLÊS VER ""

NOS PAÍSES DA CPLP E NA CHINA
============================


Engraçado O BRASIL !

Quando por vezes se contam certas anedotas ou piadas , por vezes não se entende a razão destas mas "onde há fumo há fogo" , com certeza .

Há no Brasil uma expressão ""PARA INGLÊS VER"" inventada no século dezanove e muito usada neste país .

Sabe-se que os Ingleses são um povo bastante exigente e responsável e sua mão de obra é geralmente muito capaz e eficiente , de maneira que em quase tudo os que eles fazem procuram aplicar-se com o máximo de esforço e inteligência possível para que as obras ou serviços sejam executados o melhor possível .

Razão essa suficiente para entender um maior "" desenvolvimento"" social , económico e militar nos países sob a sua administração e só não há a certeza se esse desenvolvimento foi ou é profundo nos aspetos ecológicos .

No século dezoito e dezanove o Brasil era dominado economicamente pelos ingleses e muitas das empresas que atuavam neste país eram de origem ou administração inglesa porém muitos dos funcionários eram brasileiros ou estrangeiros de diversas origens inclusive a portuguesa .

Os ingleses mandavam executar determinados serviços e depois procuravam verificar se os mesmos estavam de acordo com as ordens dadas

Os capatazes , os chefes e os responsáveis não ingleses que tinham de executar os serviços e cumprir as ordens dos ingleses , muitas vezes não tinham um grau de exigência qualitativa igual ao dos ingleses de maneira que para eles se os trabalhos fossem executados com mais ou menos qualidade não havia problema e ficavam assim mesmo .

Porém quando os ingleses ao vistoriar os trabalhos percebiam que estes não tinham muita qualidade , mandavam repetir e refazer tudo novamente o que deixava os funcionários menos competentes muito vezes irritados por terem de executar tudo novamente devido à sua própria incompetência ou ignorância .

Então , os responsáveis não ingleses para não refazerem esses mesmos serviços se estes desagradassem aos ingleses , ao mandarem seus subordinados fazerem os trabalhos iam logo alertando e dizendo : façam o trabalho "para inglês ver" ou seja aparentemente os trabalhos deviam ser executados com o máximo de perfeição mas na realidade essa qualidade do trabalho era só aparente , era só fachada como maneira de despachar rapidamente os serviços ou tarefas .

Os trabalhos aparentavam terem sido executados com boa qualidade mas era só na aparência , nascendo daí a expressão brasileira " PARA INGLÊS VER".

****************************



DIAMANTES EM ANGOLA PARA "INGLÊS VER"
============================

Um pequeno grupo familiar de angolanos que tinham investimentos fora de Angola nos últimos anos , decidiu em 2002 reinvestir na terra natal mais precisamente em Luanda , capital de Angola .

Assim o fez e e tiveram sucesso em seus reinvestimentos .

Este pequeno grupo familiar era do Sul de Angola e sua família detinha a propriedade de alguns hectares de terra no Sul , terras estas antigamente produtivas mas que hoje em dia , devido à situação económica e social estão abandonadas , sem cultivo e sendo desflorestadas , como em muitas áreas de Angola .

Este pequeno grupo familiar tinha a sua vida económica equilibrada e funcionando bem em Luanda e diante daquelas terras familiares "abandonadas" resolveu desenvolver um projeto ecológico e económico a médio e longo prazo através da reflorestação das terras com árvores nobres , projeto este elaborado com cautela , sem pressas pois o retorno financeiro em reflorestação é lento e só resulta a longo prazo mas o retorno ecológico , emocional e espiritual é imediato e a satisfação de preservar as terras para as gerações vindouras ..

Após conversar com os familiares , foi iniciado o preparo de milhares de sementes da árvore Jacarandá e quando essa sementes estivessem em condições seriam replantadas nessas terras . e futuramente seriam plantadas outros tipos de árvores nobres .

Contratou-se mão de obra local para cuidar das sementes e começar depois o processo de reflorestamento .

O Jacarandá é uma árvore nativa na região e facilmente se procria além de ser uma árvore extremamente bela ao florir e dá uma madeira nobre muito utilizada na construção de móveis de qualidade .

Iniciado o projeto , este grupo familiar regressou à capital pois sua empresa exigia sua presença .

Uns dias após regressar a Luanda este grupo de familiares recebeu uma noticia através de terceiras pessoas informando que os familiares que viviam nessas terras do Sul não queriam mais participar neste projeto de reflorestamento .

Estes familiares que viviam nas terras não apresentaram diretamente uma explicação sobre sua atitude de não querer continuar no projeto de reflorestamento e diante disso este projeto com fundamentos ecológico , económico e social se desfez .

Mais tarde soube-se que os familiares que viviam naquelas terras não queriam que ninguém produzisse ou trabalhasse nas mesmas pois corria um boato afirmando que naquela região haviam diamantes e que talvez pessoas de fora do país viessem comprar terras naquela região e dariam um bom preço por elas .

Há dezenas de anos que aquelas terras foram aradas e nunca se soube de nenhum diamante ou ouro ali encontrado e até pouca água e poucas chuvas haviam naquela região .

Atualmente são terras abandonadas , não produtivas e desflorestadas e a Vila aonde se situam aquelas terras está economicamente falida pois o povo pouco produz e nem se esforça muito para tal e muitos vivem na ilusão de que algum dia do céu venha alguém muito rico disposto a pagar valores exorbitantes especulativos e compre as terras supostamente cheias de diamantes e nasça daí quem sabe a famosa árvore das patacas que muitos sempre estão à espera para abanar , fazendo pouco esforço e como recompensa divina pela incompetência de nada produzir .

Este ensaio abrange o assunto de terras mas não só ... mas também ...

Lerca ilusão , nem produzir nem deixar produzir nem proteger ecologicamente as terras é o lema de muitos pois estão à espera de melhores dias caídos do céu por obra ou milagre de algum E.T.

Haja paciência .



VARRER AS RUAS "PARA INGLÊS VER"
========================


Todos os dias em Luanda vêm-se milhares de homens e mulheres de pás e vassouras na mão a varrerem a terra em ruas de terra , não asfaltadas , ou ruas asfaltadas mas cobertas de areia que ali vão parar vindas de diversos lugares e maneiras .

Essa mesma areia das ruas é varrida quase todos os dias para as bermas e muitas vezes ali fica em pequenos montes à espera de alguém que de vez em quando passa com carrinhos de mão por ali e os recolhe .

Muitas vezes esses pequenos montes de terra ali ficam nas bermas das ruas esquecidos talvez à espera de uma roda de carro que os volte a espalhar pela rua e no dia seguinte as mesmas almas ou outras de vassouras e pás na mão percorrem os mesmos lugares a juntar novamente as mesmas areias em pequenos montes nas bermas das ruas ... eternos tic-tacs... sem tempo nem hora de terminar

De vez em quando passa um carrinho de mão ou um pequeno trator e recolhe alguns montes dessa areia mas logo outros montes de areia aparecem nos mesmos lugares nos dias seguintes à espera de um carrinho de mão que os recolha ou que sejam espalhados novamente por uma roda de um carro qualquer que por ali passe .

E nisto rolam os dias , meses e até anos num trabalho " para Inglês ver" .

Por sinal numa dessas esquinas da rua até se localiza um edifício de escritórios de uma empresa inglesa de petróleos .que das janelas observam os montes de areia plantados na rua "para inglês ver" .



RECOLHER OS LIXOS DE DIA "PARA INGLÊS VER"
===============================


Em Luanda os camiões de lixo recolhem os lixos depositados nos tambores de lixo e todos os dias , de dia , o trânsito fica congestionado nesses mesmos locais aonde os camiões param para recolher lixos , muitas vezes sob um sol escaldante , poeiras e barulho das buzinas dos carros no trânsito parado sem necessidade .

De noite as ruas vazias e o tempo mais fresco convidam ao trabalho de recolha dos lixos feito sem atropelos nem congestionamentos e com dignidade humana desde que bem organizados ..

Enfim .. trabalha-se " para inglês ver"
**************



A RELVA PORTUGUESA PARA "INGLÊS VER"
===========================

Um canal televisivo internacional português reportou orgulhosamente que Portugal já fabrica relva para os estádios , ora pois .

Relva de nacionalidade portuguesa feita "para inglês ver" e espanhol comprar .

Noticia esta "realmente" muito interessante .

No Brasil quando uma criança nasce ela imediatamente adquire a nacionalidade brasileira e os pais se não tiverem nacionalidade brasileira automaticamente adquirem o direito à residência naquele país ou seja assim como os filhos adquirem nacionalidade por via sanguínea através dos pais , também estes adquirem direito à residência através dos filhos e após alguns anos de residência comprovada podem pedir a nacionalidade brasileira .

No Brasil , se um adulto comprovadamente responsável adotar uma criança brasileira automaticamente tem direito à residência neste país e após alguns anos tem direito à nacionalidade .

Em Angola e em Portugal uma criança nascida nestes países não tem direito à nacionalidade do país aonde nasceu e os adultos que adotarem crianças angolanas ou portuguesas também não têm direito à residência menos ainda à nacionalidade , isto em pleno século XXI .

Já a relva nascida em Portugal tem direito à nacionalidade portuguesa , senão vejamos :

- Um empresário inglês com residência em Portugal é proprietário de alguns hectares de terra no Alentejo , sul de Portugal e produz relva para relvados .

- As sementes das quais ele produz relva para campos de futebol ou outros desportos , jardins ou outros espaços foram importadas da Inglaterra .

- A tecnologia de crescimento e tratamento da relva é inglesa .

- A primeira venda em quantidade desta relva , cerca de quarenta camiões , foi feita ao clube de futebol Real Madrid .em meados de 2005 .

- Nunca nenhum clube em Portugal quis comprar aquela relva até agora , finais de 2005 .

- O apresentador televisivo dava a noticia da venda da "relva portuguesa" com destaque e comentava com certa ironia que os jogadores do Real Madrid agora iriam jogar futebol em relvado português .

Refletindo sobre o direito à nacionalidade não se pode deixar de levantar aqui uma questão importante para o presente e futuro destes países : - é português ou não o relvado nascido em terras portuguesas ?

E uma criança nascida em terras portuguesas ou angolanas ?

A relva é tratada com dignidade pela Mídia portuguesa , divulgando-se o evento aos quatro ventos nacionalistas .

A uma criança nascida nestes territórios , que poderia vir a ser uma pessoa muito importante na construção destes países , não lhe é concedido o direito à nacionalidade só porque seus pais não têm aquela nacionalidade .

Talvez nem os Euros pagos pela relva de nacionalidade portuguesa tenham ido parar a Portugal , quem sabe ?

Nos Estados Unidos da América um cidadão que tenha adquirido nacionalidade americana por opção , pode candidatar-se a Governador de um Estado e desempenhar as mais altas funções dentro do país e qualquer criança nascida nos Estados Unidos da América pode vir a ser Presidente desse país como cidadão de plenos direitos , sem importar a nacionalidade dos parentes .

Enfim ... ATITUDES ... " para inglês ver"




A CHINA "PARA INGLÊS VER"
==================

Os chineses também seguem muitas vezes a linha de pensamento "para Inglês ver" .

Vemos um país continental como a China , com mais de um bilião de habitantes , quase um terço da população mundial , ansiosos para dominar o mundo e querendo afirmar-se no mercado internacional através da copia de produtos de outros países sem autorização de patentes e tentando copiar inclusive produtos de alta qualidade e de marcas muito conhecidos .

A maior parte dos produtos fabricados na China e exportados para o mercado internacional a preços muito baixos são apenas cópias aparentes de produtos internacionais e ao primeiro uso esses produtos se estragam e se quebram inclusive usando-se materiais tóxicos no fabrico .

Podem citar-se milhares de produtos que na realidade são falseados e não têm nenhuma qualidade exportados pela China ou seja , a China tenta impor-se no mercado internacional através do fabrico de produtos falseados sem qualidade ou seja PRODUTOS "PARA INGLÊS VER" .

Os chineses devem considerar o mundo realmente muito medíocre pois só quem assim pensa , os tolos , pode fabricar produtos tão sem qualidade mas que conseguem ser vendidos em quase todo o planeta através da ilusão de preços muito baixos e através da escravatura formal da mão de obra chinesa que são "obrigados " a trabalhar muitas horas diárias em troca de um salário de miséria e o governo Chinês subsidia estes produtos .

E os governos mundiais aceitam esta situação com naturalidade e sentam-se à mesa de negociações para discutir "cotas de importação" . de produtos falseados e sem patentes e que destroem muitas vezes os produtos de marca feitos nos países cuja mão de obra tem qualidade feito por empresas pequenas e médias que sobrevivem muitas vezes com muito esforço e honestidade e muitas vezes vão à falência por causa dessa concorrência desleal e falsa numa economia globalizada pela mediocridade .

Valdemar Ferreira Ribeiro
Enviado por Valdemar Ferreira Ribeiro em 02/09/2005
Reeditado em 05/08/2010
Código do texto: T47093
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Valdemar Ferreira Ribeiro
Angola
127 textos (38334 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 16:46)
Valdemar Ferreira Ribeiro