Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MADRUGADA

Vagarosamente vou caminhando
Em busca de uma paz que não sei
Pedregosa estrada toda estragada
Minha intuição vai revelando então

A posição que agora é só aventura
Num processo todo que inseguro
Não há como fazer uma estrutura
Da concepção do estar muito bem

Azul era o teu vestido que sujamos
Vermelho era teu terno encardido
Já não estávamos onde sabíamos
Girava a roda numa única sedução

E por toda a noite haviam sombras
De ti e de teus pensamentos todos
Afoitos em pelos de desejos feitos
Num papel de crepom rasgou-se ..
.
Luiza De Marillac Michel
Enviado por Luiza De Marillac Michel em 17/05/2017
Código do texto: T6001194
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Luiza De Marillac Michel
São Paulo - São Paulo - Brasil
1079 textos (28903 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/10/17 09:40)
Luiza De Marillac Michel