Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

força de expressão

FORÇA DE EXPRESSÃO

- Liga, já ligaste?
- Já.
- Então, senhores e senhoras, meninos e meninas, (não os vejo mas...) fica sempre bem mencionar, quero dizer a todos os presentes: - O espectáculo começou!
- Fazes as apresentações?
- Faz tu que tiveste a ideia, boa ideia por sinal!
- Qual é o sinal?
- Era apenas "força de expressão".
- Ela (aponta para mim) é a Mim, eu (aponto para ela) sou o Assim.
- Mim e Assim, assim: - Ao vivo e a cores!!
Assim

{Hoje ensaiei uma breve peça de teatro [uma categoria em falta nas "categorias"], pondo por escrito o que pensei (Assim, claro). Não fui mais longe por falta da câmara. Era nela, seria nela que todo o espectáculo seria gravado. O título Força de Expressão, esteve para ser Por Sinal. Por sinal poderá ser..., depende de quem quiser levar a peça à cena. Como não peço nada pelos direitos de autor, podem dizer que é minha nesta parte inicial. Depois será dos actores, mais actores que intérpretes: autores. Deve ser um diálogo improvisado, se estiverem com pouca imaginação podem contactar este autor, dizer que temas têm por preocupação e eu ocupo-me e não se preocupem, nem que grave o diálogo, a peça faz-se num instante. É como costumo dizer: - Para o teatro é preciso instinto! Felizmente não está extinto, nem nunca deverá estar. Esta peça é boa para teatro de rua, desde que haja câmara. Atenção a este/esse "por maior"! Saudações Recantuais!!}
Francisco Coimbra
Enviado por Francisco Coimbra em 12/09/2007
Reeditado em 12/09/2007
Código do texto: T649943
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Francisco Coimbra
Portugal
786 textos (311213 leituras)
37 áudios (39641 audições)
1 e-livros (148 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 03:49)
Francisco Coimbra