Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

POEMA EM FRAGMENTOS

POEMA EM FRAGMENTOS




01
Estou com o coração desorientado
Qual um carro que perdeu a direção
E foi levado à oficina pra ser consertado.


02
Deitada ao meu lado
Depois de fazer amor
Ouço a voz do se olhar
Que canta baixinho
Sempre vou te amar.


03
Agora que continuaste comigo
E ainda está me amando
Ofereço-te meu coração
Porque estou me apaixonando.


04
Por que será, que nada poderá
Acontecer na hora do amor,
Que venha aborrecer um do dois?
- Nesta hora, a ternura e o carinho
Deverá a todo tempo imperar.
........................
Não há lugar para desentendimentos,
Somente muito amor e muita emoção.


05
Gostaria que seu perfume
Exalasse por tempo indefinido
Porque saberia que a tua presença
Seria constante e não por tempo definido.


06
Nada há para dizer,
Porque em silêncio trabalham
Nossos corpos...
Nossas mãos...
Nossas bocas...
Coladas uma na outra
E só os nossos espasmos
São testemunhas vivas
Do nossos orgasmos...


07
Amar é...
Compartilhar da emoção,
Ter sempre a sensação,
De nunca mais sofrer,
Só de alegria viver.


08
Não existe nada pior na vida,
do que amar sem ser amado.
Como sofre, que penar...
como dói, ser desprezado,


09
Não quero ser apenas,
mais um em sua vida,
porque este é o caminho
de partida para um novo amor.
....................
Você há de me acompanhar,
eu não posso viver sozinho,
pois é a estrela guia,
que ilumina meu caminho.


10
Eu gosto de tudo que você
tem, de suas roupas,
da forma como enrola os cabelos,
de seus cabelos ondeados,
de seus olhos,
de seu nariz,
de sua boca,
de seu sorriso prateado...

tancredo
Enviado por tancredo em 04/11/2005
Código do texto: T67208
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
tancredo
Valença - Rio de Janeiro - Brasil, 76 anos
118 textos (65226 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 00:38)
tancredo