Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PAIXÃO DE CADA DIA

O meu coração bateu forte por você
mas resolvestes nada dizer.
Por dias a fios corri atrás de ti
e até de mim esqueci.
Minha vontade era contigo estar,
mas o que eu vejo se não você de mim fugir.
Ao meu coração não sei mentir,
e até hoje eu sempre omiti,
quando ele perguntava-me por ti.
Faça-me se puder  este favor,
o que devo falar do meu amor?
Que ele sempre foi só poesia.
Que atrás dos meus sonhos sentimentos.
Que eu preciso aprender a me guardar,
ou que preciso a todo momento
parar de em você pensar.
Nem sei porque ainda me atrevo,
em com você sonhar,
eu acho é que devo
procurar o meu lugar.
Fechada é a porta aberta,
que aberta não consigo entrar.
Teus braços abertos em paralelas,
são balelas que não me alcançam
para um abraço nem no infinito.
Meu coração bate a tua porta,
o teu olhar consigo decifrar
sentimentos medo , dó .
Dos trigais  com  fermento
os prados o contentamento,
assim é o amor que vejo como poesia.
Paixão ...  pão de cada dia ,
sentimentos  pão de ló.
Esperarei da vida a última jornada,
e da paixão talvez a fornada.
 
Rs t... 05 de Outubro de 2007  00:11
Ofside
Enviado por Ofside em 05/10/2007
Reeditado em 16/04/2009
Código do texto: T681280

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ofside
Rio Claro - Rio de Janeiro - Brasil
1661 textos (84746 leituras)
38 e-livros (809 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/10/17 08:21)
Ofside