Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DOIDO SEREI EU SE NÃO TE AMAR ( Uma resposta a Fafinha )

Amo-te loucamente
Seria inútil negar o que coração sente
Às vezes penso até que estou doente
Sentindo meu corpo quente.
     
           Que amor louco é esse que me enlouquece.
             Venha para os meus braços.Se apresse,
                o meu coração até parece febril
                  entregando-se a esse amor senil.

É tua ausência que me deixa assim
Perdida na tua saudade
Morrendo de vontade
De sentir o toque de tuas mãos em mim.
       
           Minhas mãos irão em teu corpo deslisar,
             e ao encontrar-se com a saudade
               toda a vontade irá saciar
                 igual a amor da puberdade.

Estás sempre na minha mente
Do amanhecer ao entardecer
É durante o dia e a noite
Pensando o tempo todo em você...
       
         Sou o  teu amor quero  constante
            do raiar do dia ao anoitecer,
              teu coração é meu instante
                 que desejo merecer.

Amo-te loucamente
Mas sou covarde demais para dizer
É tu o meu presente
Jamais hei de te esquecer.
   
         Deixe-me falar por você,
            eu li reli a tua poesia
               e não encontrei a covardia
                  que dizes, não dizer.
 
Fafinha /30/ 09 /2007
                                   Rs t....
Ofside
Enviado por Ofside em 16/10/2007
Reeditado em 13/03/2009
Código do texto: T697095

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ofside
Rio Claro - Rio de Janeiro - Brasil
1661 textos (84745 leituras)
38 e-livros (809 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 11:55)
Ofside