Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

É do calor

Muito quente
Acima do suportável
Não bebo cerveja
que amarga
Não tem vento
que pirraça
Tolhe meus desejos
aniquila instintos
Estou estática
nem respiro
nem inspiro
só suspiro
Banhos quantos
já não sei
frios, mornos
já tentei
A pele sua
A boca seca
Janelas todas
abertas
Águas
com sais
sem sais
puras
impuras
é demais
Só quero
um refresco
para a pele quente
e nada mais...
Dora Leal
Enviado por Dora Leal em 17/10/2007
Código do texto: T698813

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Dôra Leal). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Dora Leal
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
507 textos (25829 leituras)
1 e-livros (38 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 08:25)
Dora Leal