Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Indigestão de loucura...

Doideira, doidice, louquice, maluqueira, maluquice
Tudo  forma de loucura; Mais o que é Loucura?

A loucura me afaga a sentimento errôneos
Demonstrando fatos e dados contidos na minha espécie
Inalterada de loucura inacabada...

Arranjos semente-ia a versos soltos, mudando
De rumo a cada estação, mais se a loucura seja solta for,
Vomite na próxima estação.

Bílis era o que mais ardia, de sensatos descargo
 A sorrir e chorar por enlouquecer de fatos dados
Com palavras sem significados que passam extratos.

Mais este é teu oficio de regalia,
Se não gostou vomite na próxima estação,
Loucura e exatidão como forma de perdão.

zelia costa
Enviado por zelia costa em 15/11/2007
Reeditado em 27/11/2007
Código do texto: T738634
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
zelia costa
Aracaju - Sergipe - Brasil, 33 anos
52 textos (1958 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 09:11)
zelia costa