Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

E o vento levou II

Não sei porque a inspiração se foi assim sem razão, sem motivo aparente, sem causa, apenas foi.
Não encontro calma em meio a um jardim tão lindo, fico eu, indo e vindo e sem lenitivo, culpo o tempo.
 Há! O tempo... quanto tempo eu não escrevo sobre o amor, sem rimá-lo com dor, à qual me acompanha  sempre, desde que partiu, sumiu, não o encontro mais, nem nos meus sonhos conturbados, sem nexo, sem sexo! Tempo perdido, quando me perdia nos seus braços, enlevada com o seu cheiro sem cheiro , tudo tão passageiro, tão efêmero ..... Inspiração, onde a encontro agora? Foi embora com você e não sei porque, ainda o procuro... em vão... e nem consigo tocá-lo como antes, tocar seu coração, tocar meu violão, tocá-lo  com os meus poemas, com os meus dilemas que o preocupavam. Chorava....você me consolava, lendo com carinho aquele versinho pobre que com jeitinho o tornava nobre, mas acabou.... o vento  levou....


dezinha
Enviado por dezinha em 29/11/2005
Código do texto: T78569
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
dezinha
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
175 textos (13643 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 08:00)