Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

E por falar em sorte,...

E por falar em sorte, e por falar em que sorte você teve, e por falar em reencontros, e por falar em falar, ligar por ligar, ligar, preparando-se para o banho, ah! que pena eu não estar aí para esfregar as suas costas, que pena você não estar aqui para esfregar as minhas costas, não chore não, está tudo bem, patinha, remechendo em minhas tralhas, vejo seu nome estampado num recorte de papel, estou sentado de frente para o quadro que crio para ti,
crente que você está preparando lindas e saborosas guloseimas, e que vai comemorar pensando na felicidade e na pura amizade, esse é o sentido, essa é a verdade, esse é o nosso destino, juntos e separados, próximos e distantes, unidos pela amizade fraterna, pelo Jardim que nos abriga todos os momentos possíveis, unidos, lindo não.
Lógico que ninguém pode entender, nem deve, nem queremos que entendam, pra que? E por falar em sorte ... que belo final de ano, que alegria chegar a 2.000, como esperei por isso, como desejei por isso, que lindo, não, não chore não, fique feliz, muito feliz, isso é viver, eu vivo assim, mesmo que tenha que passar algum tempo só, solidão sempre fez parte da minha vida, você anda lendo várias coisas minhas, deve ter percebido isso, isso faz parte de mim, isso é o meu destino, junto e separado, próximo e distante, parece até um Porto seguro, seguro de estar sempre de bem comigo mesmo, e, evidente, com o mundo que me cerca.
Isso é viver, sem medo de ser feliz. Acredito nisso, vivo isso. Se é difícil entender, compreendo e entendo.

É muito mais que estar um passo atrás e ver tudo ao mesmo tempo.

Peixão89
Peixão
Enviado por Peixão em 01/04/2005
Reeditado em 29/03/2008
Código do texto: T9144
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120255 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 02:16)
Peixão