Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Palavras IV

Qualquer coisa que coubesse dentro da alma, talvez a calma.

Um tolo atrás de alguém. Sem saber ao certo o que dizer.

Um grito meio abafado. Um estalo – um estampido – no chão alguém ferido.

Do amor tiro tudo, a tristeza, a espera, a covardia e quem sabe a espera de mais um dia.

Estou por aí. Ninguém sabe. Ninguém viu.

Louco deixando a insanidade tomar conta querendo tomar banho de mar de gravata.

Girando no mundo, com algumas palavras no bolso.

Traindo Jesus se filiando a massa.

Comprando felicidade e despejando ódio.

Sucessor de quem não foi.

Amador das causas impossíveis.

Vingador de corpo santo.

Jogador de cartas marcadas.

Divisão de pasta e dente.

Conjugação de capa e espada.

Trituração da magia de criar.

Sutileza da pata do elefante menor.

A chuva e o sol um facho de luz.



 


atanazio mario fernandes Lameira
Enviado por atanazio mario fernandes Lameira em 24/02/2006
Reeditado em 24/02/2006
Código do texto: T115595
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
atanazio mario fernandes Lameira
Laguna - Santa Catarina - Brasil
364 textos (12408 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 23:23)
atanazio mario fernandes Lameira