Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

UMA MÃO LAVA A...


Nadir Silveira Dias


Uma mão lava a outra e as duas lavam o rosto. Assim dizia Dona Aidê.

Na verdade, uma leve variação vocabular do antigo provérbio: Um das mãos lava a outra – ou: Uma das mãos lava a outra e ambas lavam o rosto.

Aliás, provérbio sobre o qual, Joseph Unger (Viena – 02.07.1828 – 12.05.1913), jurista e estadista austríaco, escreveu o seguinte:

Wie oft wascht nicht eine Hand die andere und beide bleiben schmützig (Muitas vezes uma das mãos não lava a outra e ambas se emporcalham).

Este último parágrafo reproduz citação de R. Magalhães Júnior, da Academia Brasileira de Letras, in Dicionário brasileiro de provérbios, locuções e ditos curiosos, (...), Editora Documentário, RJ, 3ª edição, 1974, impresso na Lisgráfica, S.A.R.L. Casal de Santa Leopoldina – Queluz, 30.000 exemplares - Junho de 1977.


Escritor e Poeta – nadirsdias@yahoo.com.br
Nadir Silveira Dias
Enviado por Nadir Silveira Dias em 21/03/2006
Código do texto: T126293
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Nadir Silveira Dias
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil
1035 textos (153728 leituras)
4 e-livros (380 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 08:08)
Nadir Silveira Dias