Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

nu que escrevo

Escrever é um fenómeno estranho de comunicação, se pensarmos bem, é comunicar num tempo diferido.
'tempo diferido'

O que eu escrevo agora é para ser lido num agora que nunca mais será agora, no entanto, será sempre o "agora" que eu procuro.
'nu entanto'

Deste modo tento unir dois momentos, o meu (a esmo: o "eu") e o teu (outro "eu")!
'momentos'

Isto mesmo quando falo para dizer os gestos dum gesto, no que escrevo: 'nu que escrevo'
Francisco Coimbra
Enviado por Francisco Coimbra em 05/04/2006
Reeditado em 05/04/2006
Código do texto: T134305
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Francisco Coimbra
Portugal
785 textos (310472 leituras)
37 áudios (39564 audições)
1 e-livros (148 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 16:04)
Francisco Coimbra