Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

insónia

descanso alguns minutos. fecho apenas os olhos à espera que o sono me apanhe. mas nada. a dor de cabeça voltou. tomei o último comprimido. passou. mas ficou a maldita insónia, que não me deixa descansar. tapo-me até ao pescoço e logo me destapo. abraço-o e volto-me de costas para ele. sei no meu imo que nunca o vou amar.
lunapensativa
Enviado por lunapensativa em 07/05/2005
Código do texto: T15349
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
lunapensativa
Portugal, 44 anos
114 textos (10363 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 02:29)
lunapensativa