Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

me olhe

onde escrevo o vazio
por dentro
não me acho
um desaterro
desfaço
um lado homônimo
um canto
redondo
pulsa sem tremor
timido sozinho
mucho provisório
espero
ou apareço
encanto ou
desfecho
retina da vida
mergulho no mar
doce tão água
mas não consigo nadar.
FBoneco
Enviado por FBoneco em 29/11/2006
Código do texto: T304614
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
FBoneco
Vitória - Espírito Santo - Brasil, 35 anos
173 textos (10450 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 17:25)