Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


Quando o verde inebriante das emoções resplandece no espírito, o corpo tende a tornar-se um castelo de razoável humanismo; mas, paradoxalmente, nada é incólume aos mecanismos incertos do tempo, como vulneráveis versos sem fim.


----
Juliana Silva Valis
Enviado por Juliana Silva Valis em 17/09/2007
Reeditado em 17/09/2007
Código do texto: T655594

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para o site). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Juliana Silva Valis
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 33 anos
3973 textos (883729 leituras)
4 e-livros (1863 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 11:31)
Juliana Silva Valis