CapaCadastroTextosÁudiosAutoresMuralEscrivaninhaAjuda



Texto

SENÃO ou SE NÃO?

_________________________________

Dúvida Frequente

 

Na expressão abaixo, você sustentaria, com firmeza, que a palavra [se não] está corretamente empregada. Não se deveria usar senão?

    Resolva agora, se não estamos perdidos.

Palavras como [senão ou se não] é que nos colocam em dúvida na composição dum texto e nos exames. Por isso, é interessante que você incorpore, definitivamente, os detalhes desses termos a sua escrita.

1. SENÃO deve ser usado quando for possível a substituição por:

Do contrário, de outro modo:

    Ande logo, senão (do contrário) chegaremos atrasados.

    Vá de uma vez, senão (de outro modo) você vai se atrasar.

► Há casos em que [senão = do contrário] pode ser confundido com a conjunção condicional [se não]: Lute, senão (do contrário) está perdido.

    Lute; se não (caso não), está perdido.

► Os estudiosos explicam que, no segundo exemplo, o ponto-e-vírgula antes e a vírgula depois sugerem uma pausa enfática. Daí: Lute; caso não, está perdido.

Mas sim, mas, porém:

    Isso não cabe a ele, senão (mas, mas sim) aos amigos.

    Ninguém ama o que deve, senão (porém) o que deseja.

Menos, a não ser, mais do que, com exceção de:

    Não vieram senão (a não ser, com exceção de) eles dois.

    O coração não é senão (mais do que) um órgão muscular.

Como Substantivo = falha, defeito, obstáculo:

    Houve um senão (uma falha) em sua apresentação.

    Havia muitos senões (defeitos, obstáculos) no texto.

2. SENÃO - Expressões Estereotipadas:

Senão quando = de repente, de súbito, eis (anteposto):

    E foi senão quando (de repente) todos o viram chegar.

    Eis senão quando um estrondo se fez ouvir.

Senão que = mas antes, mas sim:

    Queria tudo pronto não hoje, senão que (mas sim) dali à uma hora.

Senão a – antes de pronomes, use sempre [senão a]:

    Não visitava ninguém senão a nós. (não: senão nós)

3. SE NÃO - trata-se da conjunção condicional [se] = caso + o advérbio de negação [não]. Portanto, pode ser substituído por:

Caso não, quando não:

    Este exemplo diz tudo; se não (caso não), vejamos [...]

    Contrataremos três empregados, se não (quando não) quatro.

    Haverá jogo se não chover. (caso não chova)

► No último exemplo, [se] como conjunção condicional, introduz uma oração que exprime uma circunstância de condição: se não chover ou caso não chova. Nesses casos é sempre possível intercalar uma palavra entre o [se] e o [não]:

    Se [eu] não sair, fico. / Haverá jogo se [hoje] não chover.

    Perguntou se não era tarde demais. ®Sérgio.

Para acessar os exercícios + gabarito, clique Aqui!

____________________

Para copiar este texto: Selecione-o e tecle Ctrl + C.

Ajudaram na construção do texto: SILVA, Sérgio Nogueira Duarte da. O Português do dia-a-dia. Rocco, Rio de Janeiro, 2003. / MARTINS, Eduardo. Manual de Redação e Estilo. Moderna.

Agradeço a leitura e, antecipadamente, qualquercomentário.

Se vocêencontrar omissões e /ou erros (inclusive de português), relate-me.

Ricardo Sérgio
Enviado por Ricardo Sérgio em 18/07/2008
Reeditado em 16/08/2010
Código do texto: T1086886

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original (" Você deve citar a autoria de Ricardo Sérgio e o site www.ricardosergio.net").

Comentários

Sobre o autor
Ricardo Sérgio
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil, 66 anos
1281 textos (14112320 leituras)
7 e-livros (5912 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 28/07/14 17:30)