Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A METÁFORA E SUAS RAMIFICAÇÕES

______________________________________________________

EXERCÍCIOS

 

No caso de dúvida consulte: A Metáfora e suas Ramificações

Nas frases abaixo, coloque entre parênteses: (M) para Metáfora; (S) para Sinestesia; (P) para Personificação; (H) para Hipérbole e (C) catacrese.

01. (   ) Não deixe de colocar dois dentes de alho na comida.
02. (   ) A noite é como um olhar longo e claro de mulher.
03. (   ) Teremos sabatina no próximo domingo?
04. (   ) O Forte ergue seus braços para o céu de estrelas e de paz.
05. (   ) Lá fora a noite é um pulmão ofegante.
06. (   ) O gato disse ao pássaro que tinha uma asa partida.
07. (   )
A vergonha queimava-lhe o rosto.
08. (   ) Quando embarquei no avião, dominou-me o medo.
09. (   ) Raquel tem um olhar frio e desesperador.
10. (   ) Rios te correrão dos olhos, se chorares.
11. (   ) Todo sorriso é feito de mil prantos.
12. (   ) A luz crua da madrugada invadia meu quarto.
13. (   ) Guardei na memória pedaços de conversas.
14. (   ) O jardim olhava as crianças sem dizer nada.
15. (   ) O Sol amanheceu triste e escondido.
16. (   ) Voando e não remando, fugiram.
17. (   )
Sentou-se no braço da poltrona para descansar.
18. (   ) Aquela mulher é uma víbora.
19. (   ) Um áspero sabor de indiferença a atormentava.
20 (    ) Estou morto de cansaço: vou dormir.
21. (   ) A lua beijava a face do lago adormecido.
22. (   ) O povo estourava de rir.
23. (   ) Fecha-se a pálpebra do dia.
24. (   ) Rapaz, você é outro Rui Barbosa!
25. (   ) O fogo dançava com a chuva.
26. (   ) Dirigiu-lhe uma palavra fria.
27. (   ) Já disse mais de um milhão de vezes!
28. (   ) Aquela criança tem um olhar tão doce.
29. (   ) Ela teve uma vida amarga.
30. (   ) Já lhe expliquei isso mil vezes.
31. (   ) Os sinos da matriz chamam os fiéis.
32. (   ) As suas palavras cortaram o silêncio.
33. (   ) O garoto foi voando para casa.
34. (   ) A saudade é a memória do coração.
35. (   ) Os pingos da chuva acariciavam as pétalas da flor.
36. (   ) Seus lábios eram de mel.
37. (   ) Nossa, fazia um século que não nos víamos!
38. (   ) Um riozinho vai para a escola estudando geografia.
39. (   )
Seus olhos são dois oceanos.
40. (   ). A sua voz áspera intimidava a plateia.
41. (   ) Carla estava doida por um passeio.
42. (   ) A cidade amanheceu sob um dilúvio.
43. (   ) Eu sou um poço de dor e amargura.
44. (   )
Ela se levantou e fuzilou-me com o olhar.
45. (   ) Um grito áspero revelava todo o seu medo.
46. (   ) O pavão é um arco-íris de plumas.
47. (   ) A cadeira começou a gritar com a mesa.
48. (   ) Comi o pão que o diabo amassou.
49. (   ) Enterrou a espada no dorso do touro.
50. (   ) Meu coração ruminava o ódio.

51. (   ) Os longos braços do Sol abraçavam o deserto.
52. (   ) Sou um cachorro sem sentimentos.
53. (   ) Esquente o óleo e doure dois dentes de alho.
54. (   ) Minha namorada é uma gata.
55. (   ) Uma melodia azul tomou conta dá sala.
56. (   ) Minha boca é um cadeado.
57. (   ). Este é um som que tem cor e sabor.
58. (   ) Limpou a boca suja na manga da camisa.
59. (   ) A vida é chuva de verão.
60. (   ) Minha rua acordou mudada.
61. (   ) Fecha-se a pálpebra do dia.
62. (   ) Durante toda a noite o rouxinol chorou.
63. (   ) Fere-me a vista essa brancura quente.
64. (   )
A tarde é de cristal.
65. (   ) Este anel deve ter custado os olhos da cara.
66. (   ) Sob nossa cabeça um sol rijo e pesadão.
67. (   ) Encontrei a chave do problema.
68. (   ) No sussurro monótono das águas, mágoas amargas.

69. (   ) Hoje está um frio de rachar!

70. (   ) As árvores gemiam, chicoteadas pelo vento. ®Sérgio.

Para ter acesso ao gabarito, clique AQUI!

______________________________________________________

Para copiar este texto: selecione-o e tecle Ctrl + C.

Agradeço a leitura e, antecipadamente, qualquer comentário.

Se você encontrar omissões e/ou erros (inclusive de português), relate-me.

Ricardo Sérgio
Enviado por Ricardo Sérgio em 04/09/2008
Reeditado em 25/11/2010
Código do texto: T1162078

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (" Você deve citar a autoria de Ricardo Sérgio e o site www.ricardosergio.net"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Sobre o autor
Ricardo Sérgio
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil, 67 anos
1281 textos (15355682 leituras)
7 e-livros (6399 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/12/14 21:26)
Ricardo Sérgio



Rádio Poética