CapaCadastroTextosÁudiosAutoresMuralEscrivaninhaAjuda



Texto

CASOS EM QUE NÃO SE USA A CRASE

_____________________________________________________________

 

"Não custa lembrar que, ao pé da letra, crase não é o nome do acento, e sim do fenômeno. Crase significa fusão, mistura. Em gramática, a mistura de duas vogais iguais como a que ocorre em Vou à (a+a) escola. Nessa frase a preposição [a] regida pelo verbo [ir] (ir a algum lugar), funde-se com o artigo feminino [a] exigido pelo substantivo 'escola'. A fusão das duas vogais é representada pelo acento grave que, metonimicamente, acaba sedo chamado de crase." (Pasquale Cipro Neto)

NÃO USAMOS A CRASE:

Antes de Palavras Masculinas: Ando mais a pé do que a cavalo.

   Isso cheira a vinho / Trabalhava de sol a sol.

Mas atenção: Nos casos em que existe um substantivo feminino subentendido antes de nomes masculinos, pode ocorrer a crase. Os substantivos femininos subentendidos são: maneira, moda ou qualquer outro que determine uma empresa: O Governo não fez novas concessões à (companhia) Ford.

   Comi um bife à Rossini (à moda Rossini). / Referiu-se à (nave) Apollo.

   Estilo à (maneira) Rui Barbosa. / Vou à (editora) Melhoramentos.

Antes de Verbos - Os verbos não são nomes femininos, Por isso, nunca vêm precedidos de artigo [a]; e sim da preposição [a]:

   Começou a chover. / Preços a combinar. / Pôs-se a falar.

Antes de Ela, Esta e Essa: Pediram a ela que saísse.

   Cheguei a esta conclusão. / Dedicou o livro a essa moça.

Antes do Artigo Indefinido [Uma]: Foi submetido a uma cirurgia.

Exceção: Quando "uma" designa hora: Chegou à uma hora (verificação: Chegou ao meio-dia).

Antes das Formas de Tratamento: Escreverei a Vossa Excelência.

Exceção: senhora(s), senhorita: Desejo felicidade às senhoras (ou à senhora).

Antes de Pronomes Indefinidos que não admitem artigo (seguidos ou não de "s"): alguém, alguma, nenhuma, cada, certa, determinada, pouca, quanta, tal, tamanha, tanta, toda, ninguém, muita, outra, tudo, qual, qualquer, quaisquer. E de Pronomes Interrogativos:

   Falaste a que pessoa? / A qual delas você se refere?

   Não sei como resistiu a tanta provação.

   Embarcarei daqui a poucas semanas.

   Dirigiu-se em vão a outra repartição.

Mas atenção: Em certas ocasiões, alguns desses indefinidos (tal, mesma, muitas, outra, pouca) podem admitir o artigo, dando ensejo à crase. Fazendo a substituição do substantivo feminino que os segue por outro masculino correlato, comprovaremos a ocorrência da crase:

   Assistimos sempre às mesmas cenas (aos mesmos episódios).

Antes de Substantivos Repetidos: Cara a cara, frente a frente, gota a gota, de ponta a ponta. E de Substantivos no plural que fazem parte de Locuções (adv.) de Modo: Agrediram-se a bofetadas / a dentadas.

Antes dos Relativos [Quem, Que, Cuja e Cujas]:

   A única pessoa [a quem] obedecia era a mãe.

Mas atenção: Antes do relativo "que" se usa a crase quando [que] subentende um substantivo feminino: Não respondeu às primeiras perguntas, mas só [à que] lhe interessava (mas só [à pergunta] que lhe interessava).

Antes da Expressão Nossa Senhora ou de nomes de santas:

   Nas suas aflições recorria a Nossa Senhora e a Santa Teresinha.

Antes de Nomes de Mulheres Célebres, de Dona e Madame:

   O guerreiro falou a Iracema. / O historiador referiu-se a Minerva.

   Deu o dinheiro [a dona] Maria.

Mas atenção: Há crase se o "dona" ou o "madame" estiverem particularizados: Referia-se à Dona Flor dos dois maridos.

Antes de Numerais Cardinais: De 15 a 20 deste mês.

Antes de Distância Não Determinada: A polícia ficou a distância.

Mas atenção: Quando se define a distância, existe crase:

   A polícia ficou à distância de seis metros dos manifestantes.

Após as Preposições: ante, após, com, conforme, contra, desde, durante, entre, mediante, para, perante, sob, sobre, segundo:

   Não adianta remar contra a maré. / Esperava-o desde as 11 horas.

Antes de Pronomes Pessoais: Recorreram a mim (a si, a ela, a ti).

Antes de Nomes de Parentescos, precedidos de Pronome Possessivo:

   Peça desculpa a sua irmã. Faremos uma visita a nossa tia. ®Sérgio.

Para Ter Acesso aos Exercícios e Gabarito, Clique AQUI!

Veja Também: (clique no link)

Casos em que a Crase é Facultativa.

Artifícios para Verificar a Crase.

A Crase Antes das Palavras Terra e Casa

Locuções em que Não Há Crase.

Locuções em que Há Crase.

__________________________________

Para maiores informações ver: Adriano da Gama Kuri, Ortografia, Pontuação, Crase.

Se você encontrar erros (inclusive de português), relate-me.

Agradeço a leitura e, antecipadamente, qualquer comentário. Volte Sempre!

Ricardo Sérgio
Enviado por Ricardo Sérgio em 19/06/2009
Reeditado em 28/01/2013
Código do texto: T1656133
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Ricardo Sérgio
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil, 66 anos
1281 textos (14394915 leituras)
7 e-livros (6023 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 01/09/14 08:16)