CapaCadastroTextosÁudiosAutoresMuralEscrivaninhaAjuda



Texto

Denotação/conotação

A linguagem humana difere da comunicação animal por envolver um trabalho mental, pois o homem, ao contrário do animal, retém o significado de uma palavra. E mais: o homem tem imaginação criadora e a usa frequentemente. Dessa forma, na linguagem humana, uma mesma palavra pode ter seu significado ampliado, remetendo-nos a novos conceitos por meio de associações, dependendo de sua colocação numa determinada frase.
“João quebrou a cara.”
Denotação – Em seu sentido literal, frio, impessoal, a frase significa que João, por um acidente qualquer, fraturou o rosto.
Conotação – Podemos entendê-la num sentido figurado, como “João se saiu mal”, isto é, foi malsucedido em algo que tentou fazer.
A LINGUAGEM POÉTICA EXPLORA O SENTIDO CONOTATIVO das palavras, num contínuo trabalho de criar ou alterar o significado, já cristalizado, dessas mesmas palavras. Dessa forma, ao interpretar o sentido conotativo das palavras, o leitor transforma-se em leitor-ativo, em tradutor, em co-autor do texto. Para tanto, é preciso sempre estar atento ao contexto, que nos fornecerá indicações concretas para decifrar o jogo denotação/conotação.

Fonte: Literatura Brasileira das origens aos nossos dias – José de Nicola – Edtora Scipione
Marcelo Inácio
Enviado por Marcelo Inácio em 29/08/2009
Código do texto: T1781923
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2009. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Marcelo Inácio
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 47 anos
127 textos (389381 leituras)
32 áudios (1775 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/09/14 21:02)