CapaCadastroTextosÁudiosAutoresMuralEscrivaninhaAjuda



Texto

"Mais" - "Mas"

     Um exímio contista aqui deste nosso encantado Recanto
     sugeriu que trouxéssemos à tona essas duas palavrinhas aí
     do título:  "mais"   e   "mas".

     Ele tem razão: frequentemente o pessoal tropeça nelas e faz
     trocas que não se justificam.


      MAIS  - basicamente é um advérbio de intensidade
       - também pode ter outras categorias/classes gramaticais na
       Língua Portuguesa, o que poderá ser visto em separado, dada
       a abrangência do tema.
       Ex.: Falaram mais do que o necessário.
     
      MAS - é uma conjunção coordenativa adversativa, ou seja,
      integra a relação do que se denomina, sintaticamente, 'conetivo' .

      Ex.: Falou mais do que o necessário, mas acabou dizendo muito
            pouco.

      Em síntese, seria essa a diferença.

      Aqui no Rio Grande do Sul ouve-se, com predominância, a
      pronúncia como se sobre no "a" houvesse um acento circunflexo -
      chapeuzinho do vovô - "mâs"  - quem sabe influência do
      espanhol, que não tem vogais abertas. Pelo Brasil afora, porém,
      o "mas" parece, na pronúncia, com  'más' (o adjetivo feminino
      plural).
     Também temos o "chiadinho" do carioca e outras regiões (um
     pouco em Sta. Catarina também) em que o 'mas' soa como se
     tivesse um ' i ' entre o 'a' e o 's'; daí, talvez, a confusão para
     os que têm esse sotaque e precisam escrever a 'dita'
     palavra.

     "MAS" tudo isso é lindo... é lindo o Brasil com seus falares, é linda
     essa diversidade na fonologia do nosso idioma... é LINDO estudar a
     Língua Portuguesa, pela qual sou apaixonadíssima!

     Para finalizar (na hora em que começo a escrever, se não me
     policio, não consigo parar mais... rrrsss...), é bom repetir que
    sempre é preciso saber LER BEM para poder ESCREVER BEM !


      Não sei se ajudei...  MAS, de qualquer forma, juro que me esforcei
      o "MAIS" que pude !!!


     * Em próxima oportunidade, poderemos ver as outras situações e
       atuações do "MAIS"  devidamente contextualizado.


     Beijos, abraços líricos e boa madrugada para os que fazem a
     leitura agora - 00:55

      lilu

   PS -
   Não poderia deixar de enfeitar, de enriquecer esta página com a
   palavra do muito querido e excelente poeta Lavinsk Vetter... então,
   o comentário que me deixou em relação a uma visita que fiz para
   ele...
"A sua visita enobrece. Sua visita tem o efeito do vinho: aquece; é como o bálsamo: adormece; é como água de cachoeira: refresca; é como o sol: ilumina; é como o luar: embeleza; é como oração: acalma; é como flores: inspira; é como sonho: impulsiona; é como esperança: mantém de pé. Abraços."

 
lilu
Enviado por lilu em 04/12/2009
Reeditado em 19/12/2009
Código do texto: T1959259

Comentários

Sobre a autora
lilu
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil
889 textos (260998 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/10/14 09:27)