Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O OBJETO INDIRETO

____________________________________

Complementos Verbais

A Transitividade Verbal – Os verbos transitivos não têm sentido completo; por isso, precisam de um complemento para que a oração tenha sentido completo. Nesses verbos, a ação verbal "transita" (= passa) pelo verbo e se dirige ou termina no complemento (objeto); por isso, os chamamos de verbos transitivos: João puxou (quem puxa, puxa alguma coisa; puxa o quê?) a rede.

O termo vem da forma latina transitare, que significa movimentar, andar. Os verbos transitivos subdividem-se em: T. diretos, T. indiretos, T. diretos e indiretos (bitransitivos).

Mas atenção, somente os verbos significativos, ou seja, os verbos que indicam uma "ação" praticada pelo sujeito pedem complementos:

   O vento trouxe o fogo / Resistimos aos invasores.

Há dois tipos de complementos verbais: o objeto direto e o indireto.

O Objeto Indireto completa o sentido de um verbo transitivo indireto com o auxílio, obrigatório, de uma preposição. Para encontrarmos o objeto indireto é costume perguntarmos, após o verbo, a quê?, de que?, em quê, etc. (para coisas) ou a quem?, de quem?, etc. (para pessoas). A resposta será o objeto: A notícia agradou (a quem?) ao diretor.

   As férias dependem (de quem?) do chefe.

   Não creio (em quê?) em fantasmas...

   Não gostei (de quê?) do porém.

   Resistimos (a quem?) aos invasores.

   Assistimos (a quê?) à festa.

Objeto Indireto e Direto na Mesma Oração – tanto o objeto direto quanto o indireto podem estar completando, na mesma oração, a significação de um verbo transitivo direto e indireto, como nestes exemplos: Carlos ofereceu (o quê?) flores (a quem?) a Luciana.

   Eu entreguei (o quê?) o documento (a quem?) ao diretor.

   A empresa fornece (o quê?) roupas (a quem?) aos pobres.

Principais verbos transitivos diretos e indiretos (bitransitivos): atirar, atribuir, dar, doar, ceder, apresentar, ofertar, oferecer, pedir, prometer, explicar, ensinar, proporcionar, perdoar, pagar, preferir, devolver, chamar, entregar, perguntar, informar, aconselhar, propor, prevenir, relatar, narrar, etc.

Os Pronomes Oblíquos como Objeto Indireto - quando complementos verbais os pronomes pessoais oblíquos [lhe, lhes] substituem exclusivamente os objetos indiretos, enquanto que [o, os, a, as] ou suas variações [-lo, -la, -los, -las, -no, -na, -nas] substituem os diretos: O assunto interessa ao aluno. => O assunto interessa-lhe.

   O garoto respondeu ao motorista. => O garoto lhe respondeu.

   Nada satisfaz ao avarento. => Nada lhe satisfaz.

Portanto, a presença desses pronomes antes ou após o verbo configura um objeto indireto.

Os demais pronomes oblíquos: me, te, se, nos, vos, se, podem ser objetos diretos ou indiretos, conforme o verbo de que dependem. Para aprender a distinguir o objeto direto do indireto, siga este link: Dica para Descobrir se o Objeto é Direto ou Indireto.

O Objeto Indireto Pleonástico – Muitas vezes a título de ênfase, remetemos o objeto indireto para o início da oração, repetindo-o posteriormente através de um pronome oblíquo (os que substituem o objeto indireto), na posição onde devia naturalmente estar. Por ser uma redundância, chamamos esse objeto repetido de pleonástico. Observe:

   Nada interessa ao aluno. => Ao aluno, nada lhe interessa.

   aos filhos o melhor de si. => Aos filhos, dá-lhes...

O objeto pleonástico tanto pode ocorrer com o objeto indireto como com o direto.

Principais verbos transitivos indiretos: abusar de - aludir a - assistir a - aspirar a - ansiar por - atentar em - agradar a - atirar a, em, contra - bater em (= espancar) - contentar-se com, de, em - cuidar de - cogitar em, de - conspirar contra - carecer de - crer em - confiar em - contribuir para - gostar de - interessar a - investir contra, com - lutar contra - lembrar-se de - obedecer a - pagar a - perdoar a - presidir a - querer a - recorrer a - resistir a - valer a - zombar de. ®Sérgio.

Para Acessar aos Exercícios, clique: Aqui!

Tópicos Relacionados: (clique no link):

O Objeto Direto.

O Objeto Direto Preposicionado.

________________________________________

Para saber mais sobre o assunto ver: Rocha Lima, Gramática Normativa da Língua Portuguesa.

Se você encontrar omissões e/ou erros (inclusive de português), relate-me.

Agradeço a leitura e, antecipadamente, qualquer comentário. Volte Sempre!

Ricardo Sérgio
Enviado por Ricardo Sérgio em 19/04/2010
Reeditado em 07/09/2013
Código do texto: T2207319
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Sobre o autor
Ricardo Sérgio
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil, 67 anos
1281 textos (15139094 leituras)
7 e-livros (6323 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/11/14 11:20)
Ricardo Sérgio



Rádio Poética