Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

APÓSTROFE

_________________________

Figuras de Linguagem

 

Muito próxima da ênfase a apóstrofe é a interpelação, a evocação a pessoas ou coisas presentes ou ausentes, imaginárias ou reais. Pode ser poética, sagrada ou profana. É muito frequente nas preces religiosas, na poesia épica, na lírica e nos discursos políticos.

Sintaticamente, a apóstrofe exerce a função de vocativo numa sentença: "Não me deixes, Senhor, cair em tentação". Fica explícito, nesta oração, que o autor evoca "o Senhor", que está na função de vocativo.

Na prosa a apóstrofe é usada com a finalidade de aproximar o texto da linguagem coloquial falada, permitindo, assim, maior receptividade entre o escritor e o leitor.

Exemplos de apóstrofe:

   "Deus, ó Deus! Onde estás, que não me respondes?" (C. Alves).

   Mundo! Que é tu para um coração sem amor?!

   "Pai Nosso, que estais no céu..."

   "Povo de Aquidauana!"

   "Ó mar salgado, quanto do teu sal

São lágrimas de Portugal." (F. Pessoa)

   Ó Maria, não chores!

   "E vós, Tágides minhas..." (L. de Camões, I-4)

   "Ó rodas, ó engrenagens, r-r-r-r-r-r-r  eterno!". (Álvaro de Campos)

Observação: Não confunda apóstrofe com apóstrofo que é um sinal em forma de vírgula (') voltada para a esquerda, mas também reto, que, alceado a um nível superior ao das letras minúsculas, serve para indicar a supressão de letra(s) e som(ns), como, por exemplo: mãe-d'água, Vozes d'África etc¹. ®Sérgio.

Tópicos Relacionados: (clique no link)

A Epanortose.

O Trocadilho ou Calembur.

O Eufemismo.

Sinestesia: A figura da Descrição.  

Ironia: O Dizer Contrário.  

Enálage e Hipálage.

A Parábola.  

________________________________________

1 – Dicionário Eletrônico Houaiss, versão 2.0; 2007.

Para maiores informações sobre o assunto ver: Seixas Guimarães, Ana Cecília Lessa - Figuras de Linguagem – Atual Editora. / Assis Brasil – Vocabulário Técnico de Literatura - Edições de Ouro.

Se você encontrar omissões e/ou erros (inclusive de português), relate-me.

Agradeço a leitura e, antecipadamente, qualquer comentário. Volte Sempre!

Ricardo Sérgio
Enviado por Ricardo Sérgio em 29/01/2011
Reeditado em 21/07/2013
Código do texto: T2760076
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ricardo Sérgio
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil, 67 anos
1281 textos (14865166 leituras)
7 e-livros (6203 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/10/14 04:58)
Ricardo Sérgio



Rádio Poética