Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TIVEMOS “MUITA” OU “MUITO” DÓ DAQUELA CRIANÇA?

No sentido de “consideração”, “compaixão”, “luto”, “tristeza”, esse vocábulo, por mais estranho que pareça, sempre foi MASCULINO.
Exemplo:
“É de saber que frei Jacinto de Deus tinha dó sincero do colegial.” (Camilo Castelo Branco, Bruxa, p. 37).

Entretanto, como primeira nota da escala musical, esse vocábulo é FEMININO.
Exemplo:
DÓ – RÉ – MI – FÁ – SOL – LÁ – SI

Ensina, a propósito do tema, DOMINGOS PASCHOAL CEGALLA:

“dó. S.m. Compaixão, pena. É subst. masc.: Ela tem muito dó desses infelizes. — ‘O vocábulo dó é masculino, mas na linguagem popular passa frequentemente como feminino.’ (Evanildo Bechara, MGP, p. 30).” (Dicionário de Dificuldades da Língua Portuguesa, Editora Nova Fronteira, 2ª ed., 1999, p. 126).

*OBSERVAÇÃO: Em razão das lúcidas e muito bem lançadas ponderações feitas pelo ilustre recantista AMÉRICO PAZ, trazemos à baila os doutos ensinamentos do renomado gramático EVANILDO BECHARA:

“Inconsistência do gênero gramatical – A distinção do gênero nos substantivos não tem fundamentos racionais, exceto a tradição fixada pelo uso e pela norma; nada justifica serem, em português, masculinos lápis, papel, tinteiro e femininos caneta, folha e tinta.
A inconsistência do gênero gramatical fica patente quando se compara a distribuição de gênero em duas ou mais línguas, e até no âmbito de uma mesma língua histórica na sua diversidade temporal, regional, social e estilística. Assim é que para nós o sol é masculino e para os alemães é feminino die Sonne, a lua é feminino e para eles masculino der Mond; enquanto o português mulher é feminino, em alemão é neutro das Weib. Sal e leite são masculinos em português e femininos em espanhol: la sal e la leche. Sangue é masculino em português e francês e feminino em espanhol: le sang (fr.) e la sangre (esp.).” (Moderna Gramática Portuguesa, Editora Lucerna, 37ª ed., 2004, p. 133)
David Fares
Enviado por David Fares em 14/02/2011
Reeditado em 11/03/2011
Código do texto: T2791034
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
David Fares
Teresópolis - Rio de Janeiro - Brasil, 52 anos
863 textos (1301476 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/11/14 15:53)
David Fares



Rádio Poética