CapaCadastroTextosÁudiosAutoresMuralEscrivaninhaAjuda



Texto

COLOCAÇÃO PRONOMINAL - PRÓCLISE, ÊNCLISE e MESÓCLISE

                            Os pronomes aparecem nas frases para indicar algo, alguém ou fazer alguma referência.

                            Quanto aos pronomes pessoais é importante destacar que temos os pronomes pessoais do caso reto e temos os pronomes pessoais do caso oblíquo, sendo que estes se dividem em átonos e tônicos.

                            Os pronomes pessoais do caso reto podem designar as pessoas do discurso: eu e tu e suas formas plurais nós e vós. Podem, ainda, designar as pessoas que não pertencem ao discurso: ele, elas e seus plurais. Mas todos eles, em geral, funcionam como sujeitos. Portanto os pronomes pessoais do caso reto são: eu, tu, ele/ela, nós, vós, eles/elas.

                            Temos, também, os pronomes pessoais do caso oblíquo, que se dividem em átonos e tônicos. Os pronomes do caso reto funcionam como complementos e não como sujeitos da oração.
Os átonos são usados sem preposição. São eles: me, te, se, o, a, lhe, nos, vos, se, os as, lhes.

                            Já os tônicos são usados com preposição: mim, ti, si, ele, ela, nós, vós, si, eles, elas.
Desta forma, quando se fala em colocação pronominal estamos nos referindo ao estudo da posição que os pronomes pessoais oblíquos átonos ocupam na frase em relação ao verbo a que se referem.
Como dito, os pronomes oblíquos átonos estão sujeitos ao mecanismo da colocação pronominal e exercem função de complemento na oração em que estão colocados:

a) me, te, se, nos, vos: objeto direto / objeto indireto
b) o, a, os, as: objeto direto
c) lhe, lhes: objeto indireto

                            A colocação dos pronomes oblíquos átonos é estudada na sintaxe, parte da gramática que descreve as regras segundo as quais as palavras se combinam para formar orações. Nessa combinação, existem regras definidas para a colocação, na estrutura oracional, dos pronomes em relação ao verbo, que é referência para a colocação dos pronomes átonos. Quando temos apenas um verbo na frase e o pronome é colocado antes dele temos um caso de próclise (ex: se presume). Quando é colocado depois estamos diante da ênclise (ex: presume-se). Se o verbo é colocado no meio do verbo teremos a mesóclise (ex: presumir-se-iam).

                            Gostou? Quer aprender um pouco mais sobre colocação pronominal? Então não deixe de ler meus textos:
1) Casos de Próclise;
2) Casos de Ênclise;
3) Casos de Mesóclise;
                            É só clicar no link "TEXTOS" ali embaixo e depois clicar no link "GRAMÁTICA e ORTOGRAFIA". Boa leitura.
ADRIANO ALVES
Enviado por ADRIANO ALVES em 15/03/2011
Código do texto: T2849376

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
ADRIANO ALVES
Territórios Franceses do Sul
107 textos (465254 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/07/14 22:29)