Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AO ROBERTO CONTRERAS LOBOS - PUNTE ALTO - CHILE


CASAS VIEJAS – PUNTE ALTO – SANTIAGO DE CHILE


Nadir Silveira Dias


Eu ando a procura da palavra certa. Uma palavra que expresse a beleza, sem fugir da verdade. Uma palavra que represente a verdade, sem que seja feia, sem que venha a ferir a ninguém.

Ando a procura de uma palavra que faça amor ao simples enunciado. Uma palavra que cante a vida, que cante a amizade.

Uma palavra que cante a amada Porto Alegre, de 60 casais, a Piratini, de 1789, de 48 casais açorianos, a Viamão, de 1741, o Rio Grande, de 1737, a Santo Antônio da Patrulha, de 1719, a São Luiz Gonzaga, de 1687, a São Nicolau, de 1626.

Uma palavra que cante o Brasil, Portugal, Açores, Galícia, seus amores, Madeira, Itália, Chile, seus vinhos, nossos amores!

Uma palavra que cante o Chile, a Itália, a Grécia, a Normandia, a Provence, o Lácio, Itália Central (Frosinone, Latina, Rieti, Roma e Viterbo), às margens do Mar Tirreno.

Uma palavra que cante a própria aldeia, a alheia aldeia, e o universal que cada qual expressa e contém.

E não ando só! Felizmente não ando só! Roberto Contreras Lobos da sua Casas Viejas, da sua Punte Alto, da sua natalícia Santiago de Chile também canta a sua Terra, o seu Povo, a sua Gente, assim como canta a gente de outras terras.

E bem assim como o fez em visita ao Rio Grande do Sul, nas celebrações da Semana Farroupilha, de 13 a 20 de setembro de 2001, acompanhando o Conjunto Folclórico “Casasviejinos”, e ao autografar “Don Lorito Cuenta Chile”, com as palavras seguintes; “Para mi amigo escritor brasileño, Nadir Silveira Dias, con la admiración latinoamericana y chilena, a su trabajo artístico-literario – que siempre es belleza no Río Grande do Sul, del autor Roberto Contreras Lobos, Esteio, 15/09/2001.”

No dia seguinte, cantando a alma da sua gente, em homenagem à gente alheia, no ACAMPAMENTO FARROUPILHA do PARQUE ESTADUAL DE EXPOSIÇÕES ASSIS BRASIL), de sua “ramada” (barraca do acampamento) compôs o seguinte poema, depois inserto em antologia do signatário:

“Esteio, Esteio, debió llamarse así
a los esteros, por aquí en este río
enorme-mente humano
enorme-mente gaucho,
enormemente hermano y payador
del sur brasileño.

Esteio, estero mágico
de Río Grande do Sul
en traducible y amable
- esta vez derivado del Amor –
portuguez del Brasil.

Esteio, gaucho en fiesta
con su historia en la lanza
y el facón,
con su historia en el alma regional.

Gonçalvez se llamó un líder glorioso
y hoy día un pocó todos por aquí
se apellidan GONÇALVEZ,
esto he vivido aquí y lo aprendido
lo guardo para tí.

Roberto Contreras Lobos

Esteio, 16/9/2001. (13:10 Hrs.)

Recién salido del horno,
al ladito de las empanadas
y junto a tres gauchitos esteianos, que aplaudieron.”

Roberto Contreras Lobos é poeta, narrador, animador e charlista cultural. Deixou Santiago em 1973 para instalar-se em Cuba, de onde, no cumprimento de suas atividades culturais, visitou vários países, dentre os quais se destacam Canadá, Espanha, Jordania, Líbia, Argélia, e Perú, entre outros. Suas obras são fluentes de situações “mágicas y fuertemente poéticas”, como é o caso dos contos contidos em “Don Lorito Cuenta Chile”. Outras obras do autor incluem os títulos Habla y Canta Victor Jara, Chile y Tu, Recabarren. Poemario, Palestina y Tu, Acta 45, e Textos de Dos Cantatas.

O poema foi reproduzido como constante na antologia literária Nadir Silveira Dias & Amigos, Editora Borck, São Luiz Gonzaga, RS, 2001, pp.96-97.

Aí está um pouquinho de mundo a partir da visão poética e narrativa chilenas! Aproveite!


Escritor e Poeta – nadirsdias@yahoo.com.br
Nadir Silveira Dias
Enviado por Nadir Silveira Dias em 09/03/2006
Reeditado em 09/03/2006
Código do texto: T121095
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Nadir Silveira Dias
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil
1035 textos (153728 leituras)
4 e-livros (380 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 22:21)
Nadir Silveira Dias