Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DUPLIX e POETRIX QUE HOMENAGEIA VÁRIOS POETAS DO RECANTO

Com carinho e admiração por todos,
Beijos.
Kathleen ML
------------------------------------------------------

"A infãncia mudou...
Crianças de hoje trabalham nas ruas
No piscar abre-fecha dos semáforos."

(para PAISAGEM MORTA , de ALDO GUERRA)

------------------------------------------------------
"Boneca aviltada
Sentiu-se a menina
Tratada como libertina."

(para BONECA QUEBRADA, de LINA)
--------------------------------------------------------
"Devassa poesia
A que passa
E nos trespassa de agonia"

(para DEVASSA, de Fernando Tanajura)
--------------------------------------------------------
"Depois do depois
É que chega a melhor hora:
O repouso para o "queromais"!"

(para DEPOIS , de ANDRÉ ÍCARUS)
-------------------------------------------------------
"Tudo passa
Mas deixa um rastro...
Fagulhas de poeira no Espaço."

(para TUDO PASSA, de STELLAMARIS)
--------------------------------------------------------
"Pirado, irado e chorante
Vê-se o pierrô que ora anda errante,
Saudoso de carnavais com colombinas!"

(para PIRADO, IRADO, CHORADO, de JOTABE)

--------------------------------------------------------
"Se há a tristeza do desencontro,
Há a beleza e a alegria do encontro
Quando já nada mais se esperava."

(para SENTIR-SE SÓ, de André Ícarus)
-------------------------------------------------------
"Fingi não sofrer
Perante teus olhos lacrimosos...
Fingiste lágrimas para me comover?"

(para TEU SOFRER, de ROQUE Weschenfelder)
--------------------------------------------------------
"Senso e bom senso,
Embora nem sempre sejam consenso,
São de lei para haver entendimento!

(para "A VINGANÇA DA MEMÓRIA", de RICARDO SÉRGIO)
-----------------------------------------------------------
" Sou igual aos demais
Em desejos e sonhos...
Celícolas que descemos à Terra"

(para CELLYCOLA, de HEIDE G. B. CELLY)
-----------------------------------------------------------
"O olhar que me desnuda,
Apetece e convence,
Me torna tua fêmea permanente!"

(para PENETRANTE, de MARIA THEREZA NEVES)
------------------------------------------------------------
"Tempos e tempos..
Estadas e estradas..
É a vida correndo forte!"

(para EDVALDO ROSA, em TEMPOS E TEMPOS)
-----------------------------------------------------------
Entre o tempo e o mar há uma ponte.
Há o ponto em que estamos
E o mistério que nem supomos."

(para HORIZONTE, de DIANA GONÇALVES)

----------------------------------------------------------
"Ardilosa e dissimulada,
Misto de sonsa e safada,
Fingiu-se de tonta além da conta.

(para DISSIMULADA, de RAUL POUGH)
-----------------------------------------------------------

"Indigesto prato
De verdades cruas...
Remédio amargo com que me curas."

(para VINGANÇA, de PAOLA CAUMO)
------------------------------------------------------------
"Quando não há diálogo
Os olhos falam
O que as almas gritam."

(para DIÁLOGOS, de SONIAR)

-----------------------------------------------------------
"Deixa-me em brasas
e ganho asas,
num vôo erótico, sobre as casas."

(para TEU OLHAR ME DEVORA, de VINCENT BENEDICTO)

-----------------------------------------------------------
"Plantam-se ruins conseqüências
No afã de se querer aplacar
Tantas e tantas carências."

(para ARREPENDIMENTO , de JÚLIO ALVES FILHO)
-----------------------------------------------------------
Na sombra do teu olhar
Antevi meu desespero...
Sinais de desamar e destempero."

(para SOMBRIO OLHAR, de JULI )
------------------------------------------------------
"Roubarei, sem culpa nem nada,
Qual musa de um querubim,
Teu amor só para mim"

(para SEM AVISAR, de JR)
----------------------------------------------------
"Cantar, cantar e cantar
Foram atos à toa...
Canoas a naufragar."

( para CANTAR À TOA, de NVELASCO)
-------------------------------------------------------
"Há um pouquinho de mentira
Em toda verdade que aponto,
Dourando a pílula do tratamento".

(para HOMEOPÁTICA, de LILIAN MAIAL)
---------------------------------------------------------
"Grande girassol!
Tu amarelas de luz
Minha alma-casa sem sol"

(para CORES FORTES, de Sonia R)
--------------------------------------------------------
"No ar desmancharam-se
As bolhas de sabão
Dos sonhos coloridos do poeta"

(para SONHOS PERDIDOS, de ASSÍRIUS)

------------------------------------------------------

"Nos labirintos
De corpos febris e ansiosos
Debatem-se os instintos"

(para LABIRINTHUS, de ANDRÉ ÍCARUS)
---------------------------------------------------------
"Entre beijos e flores
Um perfume de amores
Coroa os albores"

(para ENTRE BEIJOS E FLORES, de STELLAMARIS)
-----------------------------------------------------------
"Muitos na batalha,
Poucos vencedores, muitos vencidos...
Os que restaram ainda aguardam um milagre"

(para UM SHOW NA MINHA VIDA, de CRISTINA NUNES)
--------------------------------------------------------

Qualquer hora envio outros.
Kathleen ML

Publicado no Recanto das Letras em 18/03/2006
Publicado em www.sacpaixao.net em 18/03/2006
Direitos autorais reservados á autora! 
Edvaldo Rosa
Enviado por Edvaldo Rosa em 18/03/2006
Reeditado em 27/03/2006
Código do texto: T125054
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Edvaldo Rosa www.sacpaixao.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Edvaldo Rosa
São Paulo - São Paulo - Brasil, 55 anos
1727 textos (173726 leituras)
23 áudios (10645 audições)
35 e-livros (8978 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 10:25)
Edvaldo Rosa

Site do Escritor