Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Maio 28, Ano 2005(eu chegava ao Recanto)

          Maio 28, ano 2005. (eu chegava ao Recanto)

             Por linhas tortas eu chegava neste Recanto encantado, pois jamais me ocorrera semelhante idéia, minha situação não era das melhores, isso quer dizer a pior possível, eu tinha um sonho, escrever um livro, mas alguém, um dia me disse bem assim, sou tua amiga e não quero te botar pra baixo, mas o teu livro não tem credibilade como tudo o que tu escreve, só não chamou de lixo, eu apenas respondi, isso não interessa eu apenas quero realizar um sonho, ela apenas sorriu e não disse mais nada, mais tarde eu comecei a pensar em tudo o que ela disse, pois ela sabia tudo sobre poesia, pois ela é uma boa poeta,  e escreve coisas lindas, só foi infeliz no seu comentário, não sei se por ciúmes ou inveja, pois até hoje eu não sei os motivos que a levou a fazer isso, só que larguei tudo de lado, cheguei a pensar e quebrar meu computador por tudo o que eu sentia naquela hora, os dias foram passando na véspera do aniversário dela, seu irmão me chamou e me disse vais ficar bravo comigo, mas o mal já está feito e tu não podes fazer mais nada, sem entender perguntei o que era, ele respondeu:- isso, lá estava eu com foto e tudo no Recanto das letras, e continuou me dizendo ainda tem mais e me mostrou os vários comentários recebidos, então chamou a irmã e disse a ela, aqui estão os poemas sem credibilidade como dizes e mais uma vez ela ficou calada, então eu entendi, ele vingava-se dela por mim, confesso que não gostei nem um pouquinho, pois não sou adepto a vinganças, mas como ele disse o mal já estava feito, e eu não podia mais desistir, pois acabara de descobrir que alguém acreditava em mim, a estas pessoas que confiaram em mim, hoje eu agradeço de coração, pois foi graças a estas pessoas, que hoje eu acredito que posso realizar meu sonho.

            Álvaro Luiz Alves Braga, eu devo muito a você e suas idéias, e não poderia jamais deixar você, de fora desta minha homenagem, embora nossos nomes combinem não existe parentesco algum entre nós, meu nome paterno e “Araújo”, mas bem que eu gostaria que você fosse meu filho.

     Agradeço, de coração ao Patrik, se não fosse este site maravilhoso talvez eu não estaria aqui entre vocês, obrigado por proporcionar esta oportunidade a pessoas como eu que depende de assinatura gratuita para poder postar suas poesias, e mostrar seu trabalho...

                Atenciosamente um abraço deste amigo que será eternamente grato á você e a todos aqueles que de uma forma ou de outra me ajudaram, obrigado!
                           FORAM

          Estas pessoas, que me ajudaram no inicio, com seu carinho e apoio, pois era o que mais eu precisava naquele momento, de desespero por qual eu passava,
          Victoria Magna/ Mariângela Ricardo/ Márcia Rocha / Milton Nunes Filho, foram seus, os primeiros comentários por mim recebidos, me fizeram ver e acreditar que eu ainda tinha uma chance no mundo de vocês, os novos amigos começaram a chegar, Lilipoeta,/ Paty, bandyda/ Dama de Negro/ Nel de Morais/ Preta Costa a parceirinha/ Deht Haak/ Hamilton F. Menezez/ Edimo Ginot/ Fernado Tanajura/ Denise Servegnine/ Kate Wais/ Camila/ Ângela Lara/ Regina Lyra/ Joaquim Moncks/ Minha neta querida Joyce Amorim/ Daniel Fiúza/ minha amiga e irmã adria/ Stellamaris/ Juli/ Aisha/ Cristina Lima/ Fernanda Araújo/ Flavinha/ Zelinda Camargo/ Luis Guerra/ Henricabilio/ Francisco Coimbra/ Nazza Brenam/ Rosa Pena/ Gio/ Perereca/ Roselaine Pereira/ Alice Daniel/ cacaubahia/ NajahDL/ enfim a todos aqueles que eu esqueci de citar, tenham a certeza  que a cada um de vocês, o meu carinho será eterno, como eterno será meu agradecimento por tudo que fizeram por mim, hoje eu sei que tenho um lugarzinho no coração de cada um de vocês, como meu coração é a casa de todos vocês.
      De outras querências, outros amigos vieram, como
Danilo Louro, Fernando C. Lima, Sebastian Solana, Malu Barni, Marli Franco Cezzanne, Rose de Castro, Graça Ribeiro, Tere Penhabe Thera Ivi, Vilma Piva Carmen Acosta, Eliane Guaraldo Medeiros Braga, Jorge Sales, Mary Sol Peres, Rosa Buk. Soledad Marie, Maurelia Snaidero Damião Cavalcanti, Belquis Castilhos, Efigênia, Wladimir Silva, Astenio César Fernandes, Mity Wily.
              Um beijo no coração de cada um de vocês pela força que me deram neste meu primeiro ano de vida...

              A uma amiga especial pelo seu incentivo, eu desejo a ela todo o carinho do mundo: Ciristine Kopereck um beijo no seu coração, um beijão para o Otavio este teu menininho lindo, Cristine, continue assim, esta pessoa maravilhosa que você e, não importa o que somos, o que importa e esta grande amizade que nos une, sem diferenças de status, eu amo vocês, como amo a minha família.

Meu nome paterno:

Volnei Rijo Araújo:

Pelotas:01/05/2006

Volnei Rijo Braga:


Amigos esta homenagem e em agradecimento ao carinho recebido neste meu primeiro ano de vida no mundo da poesia, sim em Maio eu completo um ano neste mundo encantado onde um dia eu cheguei sem esperança de nada, mas o carinho que recebi de vocês me fizeram seguir em frente, sei que ainda sou pequeno, e assim eu quero ser, pensar como criança, crescer pra que, pois pensando como gentegrande muito eu já perdi, e eu não quero perder mais nada  nesta vida, por isso quero continuar sendo apenas o que sou, alguém pequeno
sem pretensão de ser grande um dia!



 
Volnei Rijo Braga
Enviado por Volnei Rijo Braga em 01/05/2006
Reeditado em 01/05/2006
Código do texto: T148163
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Volnei Rijo Braga
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 69 anos
2314 textos (147467 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 10:35)
Volnei Rijo Braga